TEATRO VIRGÍNIA
setembro a dezembro #11
O Teatro Virgínia apresenta uma nova temporada de
programação recheada de boas oportunidades para os
públicos contactarem com a criação artística nacional
e internacional.
Durante o mês de outubro acolheremos o projeto Tri-Ciclo, que traz ao Teatro Virgínia três espetáculos de
criadores emergentes portugueses que marcaram a
temporada nacional de 2010-2011.
Tri-Ciclo insere-se na rede de programação Cinco
Sentidos, que une o Centro Cultural Vila Flor (Guimarães),
o Teatro Municipal da Guarda, o Teatro Maria Matos
(Lisboa), o Teatro Virgínia (Torres Novas) e o Teatro
Viriato (Viseu) e pretende valorizar o potencial de novos
criadores e promover a sua digressão pelo país.
Nesta primeira edição, os espetáculos selecionados
são Rosmersholm de Gonçalo Waddington, Dentro das
Palavras de Rui Catalão e Nothing’s ever yours to keep
de Sofia Dinger.
Ainda em outubro celebramos o sexto aniversário de
reabertura do Teatro! Festejamos esta data com mais
uma edição do projecto Roque Beat, que apresentará
em Torres Novas dois artistas incontornáveis da música
portuguesa: Lula Pena e B Fachada.
Destacamos, também, a estreia absoluta do espetáculo Viagem de Filipa Francisco que decorre de uma
residência artística no contexto do Festival Materiais
Diversos.
Juntamente com os parceiros de programação da
Rede Recentrar (que reúne Aveiro, Torres Novas, Torres
Vedras, Leiria e Coimbra) convidámos o cineasta Edgar
Pêra a criar pequenos diários visuais sobre as cidades
onde estes teatros se encontram: apontando diferenças
e encontros entre os territórios e fortalecendo parcerias
entre os lugares. O resultado desta criação será apresentado nos vários Teatros juntamente com um filme
significativo da obra de Edgar Pêra.
Em novembro acontecem os IV Encontros de Lusofonia,
numa edição que visa reflectir e repensar as pontes,
novas ou antigas, com o Brasil.
Os Clã apresentam em dezembro no Teatro Virgínia o
seu último trabalho Disco Voador, um espetáculo para
ver e ouvir com toda a família. Os músicos Manuela
Azevedo e Hélder Gonçalves levam às escolas as suas
músicas em sessões dedicadas somente aos mais
novos!
A próxima temporada fecha com a apresentação de um
dos mais prestigiados cantores portugueses da atualidade. Sérgio Godinho comemora 40 anos da sua carreira
com a edição de um novo disco “Mútuo Consentimento”
que será apresentado no Teatro Virgínia.
Não faltam bons motivos para vir ao Teatro Virgínia!
Bons espetáculos!
O Teatro Virgínia
teatro música dança pluridisciplinar lab criativo cinema
calendário
dia
espetáculo
21 setembro
Gianni e as Mulheres de Gianni Di Gregorio
24 setembro
Fausto . Filme de F.W. Murnau musicado pelos La La La Ressonance
28 setembro
Somewhere - Algures de Sofia Coppola
página
29
5
29
1 outubro
Otros Aires . Eletro-Tango Argentino
5 outubro
E o Tempo Passa de Alberto Seixas Santos
30
7 outubro
Dentro das Palavras . Rui Catalão . Tri-Ciclo
8
6
12 outubro
Sinfonia Imaterial de Tiago Pereira
13 outubro
Roque Beat . Lula Pena e B Fachada
22 outubro
A Viagem . Filipa Francisco
10
26 outubro
Workshop de Escritos . Com Sofia Dinger
26
30
9
27 outubro
Nothing’s Ever Yours To Keep . Sofia Dinger . Tri-Ciclo
12
29 outubro
Rosmersholm . Gonçalo Waddington . Tri-Ciclo
13
2 novembro
GODDARD/TRUFFAUT . Os 2 da (Nova) Vaga de Emmanuel Laurent
4 a 6 novembro
Ciclo Edgar Pêra
9 novembro
O Barão de Edgar Pêra
31
11 e 12 novembro
Daqui Vê-se Melhor
16
25
31
14/15
11 e 12 novembro
Oficina de Onde se vê Melhor
14 a 19 novembro
4os Encontros de Lusofonia
17
16 novembro
Embargo de António Ferreira
32
16 a 19 novembro
Mito Móvel . Histórias de Princípios | Encontros de Lusofonia
18
19 novembro
Né Ladeiras . Tradição | Encontros de Lusofonia
19
23 novembro
Cinema para Uma Idade Maior . Luzes da Cidade
27
23 novembro
Lixo Extraordinário de Lucy Walker, Karen Harley e João Jardim
32
26 novembro
Reabilitar em Palco
20
30 novembro
A Música e o Silêncio de Caroline Link
33
3 dezembro
Orquestra Filarmonia das Beiras
21
7 dezembro
Pina de Wim Wenders
33
9 dezembro
Clã . Oficinas Disco Voador nas Escolas
22
10 dezembro
Clã . Disco Voador
23
14 dezembro
Depois da Música de Igor Heitzmann
34
17 dezembro
Sérgio Godinho . Mútuo Consentimento
24
21 dezembro
América de João Nuno Pinto
34
filme-concerto
M3 anos
c.1h40
5€ (preço único)
24 setembro . sábado 21h30
Fausto
Um filme de F.W. Murnau musicado pelos La La La Ressonance
Da antítese entre o universo da música dos La La La Ressonance
e de Fausto de Murnau, surgiu a oportunidade deste grupo de músicos
portugueses criarem para este filme uma linha narrativa musical.
Os La La La Ressonance lançam-se nesta aventura épica, no mundo
extremado e hiperbólico de Murnau, acompanham Fausto e fazem a
travessia do filme através da música. E quem sabe se não se verá este
homem-mito a rir entredentes da tempestade que Murnau lhe preparou
no mega-estúdio desta superprodução, para logo a seguir correr
extasiado para os braços de Margarida, indiferente ao aparato
da iluminação ou à companhia do demónio em pessoa.
Título Original Faust (Alemanha, 1926, 106 min.)
Realização F.W. Murnau
Banda Sonora La La La Ressonance
Músicos André Simão, Gil Teixeira, Jorge Aristídes,
Paulo Miranda, Ricardo Cibrão
Programa em parceria com o Cineclube de Torres Novas
no âmbito
© Sérgio Moura
Cofinanciamento
5
música
M6 anos
c.1h30
10€
1 outubro . sábado 21h30
Otros Aires
Eletro-Tango Argentino
Criado em 2003 em Barcelona, Otros Aires é um projeto
audiovisual de eletro-tango. Depois de 2 discos de estúdio,
na história, uma orquestra típica e a música eletrónica
cruzam-se num projeto comum.
1 disco ao vivo, 1 DVD e 14 tours internacionais, lançam o
seu terceiro álbum Tricota, uma apoteose entre a tradição
Depois de passarem por Portugal no verão,
e a contemporaneidade. Gravado com a colaboração da
os argentinos voltam no outono para mais dois concertos
Orquestra Típica Erica Di Salvo, mergulha nas estruturas
únicos integrados numa nova tournée, em Leiria
fundamentais do tango orquestral. E pela primeira vez
e Torres Novas.
Voz, guitarra, sequências eletrónicas
e produção artística Miguel Di Genova
Bandoneón Omar Massa
Bateria Martin Brhun
rede ReCentrar
Cofinanciamento
6
© créditos reservados
Músico convidado Lalo Zanelli (Gotan Project`s piano player)
TRI-CICLO
Durante o mês de outubro, cinco teatros municipais recebem três
espetáculos de criadores emergentes portugueses que marcaram
a temporada nacional de 2010-2011. Com a apresentação deste
ciclo, a rede de programação Cinco Sentidos, que une o Centro
Cultural Vila Flor (Guimarães), o Teatro Municipal da Guarda,
o Teatro Maria Matos (Lisboa), o Teatro Virgínia (Torres Novas)
e o Teatro Viriato (Viseu), pretende valorizar o potencial de novos
criadores e promover a sua digressão pelo país.
passe 10€
Nesta primeira edição, os espetáculos selecionados
são Rosmersholm de Gonçalo Waddington, Dentro das Palavras
para os 3 espetáculos
de Rui Catalão e Nothing’s ever yours to keep de Sofia Dinger.
A Rede 5 Sentidos é composta
pelos seguintes espaços
A Rede 5 Sentidos
é cofinanciada por
7
dança
M12 anos
c.2h (c/intervalo)
5€ (passe 3 espetáculos Tri-Ciclo 10€)
7 outubro . sexta 21h30
Dentro das Palavras
Rui Catalão
No seu primeiro solo, Rui Catalão é um corpo dentro das palavras,
à procura de si próprio.
A palavra inglesa “character” significa personalidade e personagem.
Se imaginarmos um solo intitulado My character, estão criadas as
condições para uma peça que pode consistir num retrato psicológico
na primeira pessoa (quem sou), mas também denunciar o dispositivo
fictício (o que represento). Na língua portuguesa, “personalidade”
e “personagem”, tal como “ser” e “representar”, são termos antitéticos.
O objetivo deste trabalho é apagar a linha que os separa. Em Dentro
das Palavras, Rui Catalão constrói uma teia de narrativas, uma
Casa dos Espelhos onde deixa de ser claro o que é personalidade e
personagem, biografia e ficção, privado e público.
Dentro das Palavras representa um balanço de dez anos a trabalhar
entre os mundos da escrita e do movimento e reflete sobre o progressivo
desligamento da linguagem falada como principal meio de expressão
a favor da linguagem corporal.
lotação limitada
8
Luz Eduardo Pinto
Produção Pi – Produções Independentes / Tânia Guerreiro
Coprodutores Centro Nacional de Dança de Bucareste (Roménia), Atelier Real,
Galeria Zé dos Bois (ZDB) e PerFormas
Projeto Financiado pelo Ministério da Cultura/Direção-Geral das Artes
© Patrícia Almeida
TRI-CICLO
Autor e intérprete Rui Catalão
Cofinanciamento
música
todos
c.2h (c/ intervalo)
entrada livre
13 outubro . quinta 21h30
Roque Beat
6º aniversário do Teatro Virgínia
Eis a terceira edição do Ciclo Roque Beat, uma série de concertos
que dão a conhecer alguns dos mais interessantes projectos que lideram
uma nova idade de ouro para a música nacional. Ao estabelecer um
circuito sólido para a sua divulgação, visa-se contribuir para a formação
de uma identidade comum e a criação de uma enorme onda de vibração
em torno da Nova Música Portuguesa. Depois de Os Golpes, Samuel
Úria, Márcia e Norberto Lobo, é a vez de se apresentarem B Fachada e
Lula Pena, dois dos mais interessantes e carismáticos artistas nacionais.
B Fachada
A obra de B Fachada assume-se como força vital, natural e poderosa,
© créditos reservados
possuindo uma visão mordaz e crítica que faltava há muito à canção
nacional. Colaborou com uma diversidade impressionante de músicos,
desde os Diabo na Cruz a Walter Benjamin ou Sérgio Godinho. Depois
de um ano em que não passava uma semana sem aparecer numa
publicação, numa rádio ou num programa de televisão, é a vez de o
ouvir no Roque Beat, um pouco por todo o país.
Lula Pena
Lula Pena é um dos grandes segredos da música nacional. Toca um
fado a que tira o f, assumindo-se como phadista, e o seu último
registo Troubadour foi recebido como uma benção pela crítica
rede ReCentrar
e pelo público que acompanha a sua música. Podemos pensar
Cofinanciamento
nela não só como uma das grandes reinventoras do fado, mas
como alguém que verdadeiramente o vive e segue vivendo.
9
dança . work in progress
M12 anos
c.40 min
7,5€
22 outubro . sábado 21h30
A Viagem
Filipa Francisco
A Viagem é uma criação desenvolvida pela coreógrafa e performer
Filipa Francisco com grupos de Dança Tradicional Portuguesa
(Ranchos Folclóricos) e bailarinos de Dança Contemporânea.
O processo de construção desta peça estabelece pontes entre
‘mundos’ que não se cruzam nem dialogam com frequência e estimula
o público para novas formas de fruição cultural, quer do objeto
artístico, quer do património. Por outro lado, promove o encontro
entre artistas locais da chamada Cultura Popular e artistas de Arte
Contemporânea, com vista à transmissão de saberes e práticas que
visem o enriquecimento mútuo, a manutenção das tradições
na modernidade e a sua reapropriação e reformulação. Em Torres
Novas, a coreógrafa trabalhou com o Rancho Folclórico
“Os Camponeses” de Riachos.
Direção artística Filipa Francisco
Assistência de direção artística Pietro Romani
Interpretação Antonia Buresi, David Marques e Rancho Folclórico
“Os Camponeses” de Riachos
Figurinos Ainhoa Vidal Música António Pedro
coprodução Mundo em Rebuliço, Festival Materiais Diversos,
Guimarães 2012 - Capital Europeia da Cultura e Teatro Virgínia (Torres Novas)
Agradecimentos alkantara, Rancho Folc. da Gouxaria, Rancho Folc. de Torres Novas
Um Projecto financiado pela Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria de Estado da Cultura/Direcção-Geral das Artes
10
© filipa francisco
Desenho de luz e Direção Ténica Mafalda Oliveira Registo Vídeo João Pinto
11
teatro
M12 anos
c.55 min
5€ (passe 3 espetáculos Tri-Ciclo 10€)
27 outubro . quinta 21h30
Nothing’s Ever Yours To Keep
Sofia Dinger
“Já reparaste que as aves mantêm o seu gorjeio, sem intervenção de
qualquer Mestre? Teu Pai”
Assumir-me sob a forma de uma eterna falha parece-me uma boa
opção para me apresentar ao mundo, agora que assino quase sozinha.
Os meus pecados são muitos e densos e parvos e cómicos, mas não
chegam a ser pecados. Não acredito nisso.
Numa tarde, ensinei o meu Pai a despedir-se de mim. Melhor, ensinei
o meu Pai a cantar para se despedir de mim. Na verdade, nada me
assusta mais do que a ideia de o meu Pai ter que se despedir de mim.
Tudo o que não me lembro daquelas horas, tudo o que me escapou,
tudo o que eu sei que estava lá mas ninguém mais notou, a memória
e o material fixo, a inversão dos tempos. É um mergulho sobre o
crescimento, sobre as partes que não podem prosseguir connosco.
Césariny fala de “uma canção para te ver chegar”. Eu proponho o
contrário. E erro e repito num processo de eterno retorno, a cantar e a
dar cabo da voz. Porque é assim quando se diz adeus. Sofia Dinger
lotação limitada
12
Workshop de Escritos
com os dias perdidos dentro
© créditos reservados
TRI-CICLO
Criação e Interpretação Sofia Dinger Apoio técnico Alexandre Costa
ver mais informação na página 26
Cofinanciamento
teatro
M12 anos
c.2h
5€ (passe 3 espetáculos Tri-Ciclo 10€)
29 outubro . sábado 21h30
Rosmersholm
Gonçalo Waddington
Gonçalo Waddington estreia-se na encenação com uma das obrasprimas do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, Rosmersholm (1886).
A ação decorre em Rosmersholm, velha casa senhorial nos arredores
de uma pequena cidade junto a um fiorde, no Oeste da Noruega.
Johannes Rosmer renunciou ao cargo de Pároco após o suicídio da
sua mulher, Beata. Mas os seus crescentes ideais liberais tornam-no
objeto de suspeição entre os notáveis da comunidade que também
desaprovam a presença, em sua casa, de uma mulher mais nova,
Rebecca West, antiga companheira da sua falecida mulher. Enquanto a
relação entre Rosmer e Rebecca se aprofunda e o isolamento do novo
casal aumenta, mais as pressões morais da comunidade os precipitam,
inexoravelmente, para o seu destino.
Texto Henrik Ibsen
Encenação Gonçalo Waddington
Cenário Fernando Ribeiro
Desenho de Luz José Álvaro Correia
Figurinos Carla Maciel
Mónica Garnel (Dª. Helseth) e Tiago Rodrigues (Ulrik Brendel)
© José Pedro Sousa / Tanknation
TRI-CICLO
Elenco Gonçalo Waddington (Johannes Rosmer), Carla Maciel (Rebecca West),
Pedro Lacerda (Professor Kroll), Peter Michael (Peder Mortensgaard),
produção CCB e Take it Easy
apoio Fundação Calouste Gulbenkian
Cofinanciamento
13
cinema
por sessão 3€ (2€ sócios Cineclube)
4 a 6 novembro . sexta a domingo
Ciclo Edgar Pêra
No contexto da Rede Recentrar, que reúne o Teatro
parcerias entre os lugares. Os Cine-Diários Regionais são
Aveirense, Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra), Teatro-
Atualidades e Lembranças, memórias do passado e para
Cine de Torres Vedras, o Teatro José Lúcio (Leiria) e o
o futuro. São visões elementaristas e cine-cosmopolitas
Teatro Virgínia (Torres Novas), e com a vontade de voltar a
duma região.
olhar, no seu conjunto, uma obra cinematográfica singular
Cada dia deste ciclo será uma sessão dupla, com o
no contexto português, convidámos o realizador Edgar
Diário Regional realizado na região centro e um filme
Pêra a criar pequenos diários visuais sobre cada uma
significativo no contexto da obra de Edgar Pêra.
das regiões onde estes teatros se encontram, apontando
diferenças e encontros entre os territórios, fortalecendo
1ª Sessão :: 4 novembro
sexta . 21h30
Cine Diário Regional / Diários e Retratos
(Concentrado de Filmes Pêra)
sessão com a presença do realizador
Há quase 30 anos que Edgar Pêra regista com imagens e sons,
quase compulsivamente, entrevistas, registos de eventos, etc... Estes
Diários & Retratos, feitos especialmente para este ciclo e ainda em fase
de montagem, incluirão elementos do passado e do futuro: arquivos
raros e inéditos, projetos em fases iniciais, cine-comunicações, visões
únicas e irrepetíveis.
14
rede ReCentrar
Cofinanciamento
2ª Sessão :: 5 novembro
sábado . 21h30
Cine Diário Regional / A Janela (Maryalva Remix)
Inserido na corrente estética Movimento Anti-Dogma 2000, este
é um filme-artefacto, camaleónico, disruptor, desenhado na forma
de um esquizo-fado, que aborda o destino e as (algumas das) suas
versões, vantagens e desvantagens, da perspetiva do Senhor Ego,
um local voyeur incauto duma realidade que não abarca nem
compreende completamente.
com Lúcia Sigalho, Manuel João Vieira, Nuno Melo, José Wallenstein,
João Didelet, Miguel Borges Direção de Fotografia Luis Branquinho
Música Pedro Ayres Magalhães.
Guitarra portuguesa António Chaínho Duração 87 minutos
3ª Sessão :: 6 novembro
domingo . 17h00
Cine Diário Regional / Movimentos Perpétuos
Cine Tributo a Carlos Paredes
Um tributo visual a Carlos Paredes, músico ímpar e singular, exímio
performer e conhecedor da guitarra portuguesa. As imagens deste poema
cinético têm como ponto de partida o som do primeiro concerto individual
de Paredes em Portugal. As imagens são um contraponto à música e
ao discurso de Paredes. Captadas em película Super 8, são registos do
quotidiano das cidades referidas pelo músico. Juntamente com essas
micro-histórias alternam depoimentos de amigos, colegas e especialistas.
Música Carlos Paredes Viola Luísa Amaro
Duração 70 minutos PÚBLICO ALVO M 6 anos
15
teatro . ilustração
M8 anos/famílias
c.35 min
2€ (crianças/escolas) | 5€ (adultos)
11 novembro . sexta 10h30 | 12 novembro sábado 11h30
Daqui Vê-se Melhor
Isabel Minhós Martins, Bernardo Carvalho & Suzana Branco
Uma viagem pela história do teatro
Um convite a todos, dos mais pequenos aos mais velhos,
a conhecerem a história do teatro, escrita por Isabel Minhós Martins,
desenhada em tempo real por Bernardo Carvalho (Planeta Tangerina)
e interpretada por Suzana Branco.
Oficina de
Onde se vê Melhor
ver mais informação na página 25
“ Não sabemos (mas queremos saber) quem construiu os primeiros teatros.
Não sabemos (mas queremos saber) quem subiu aos primeiros palcos.
Não sabemos (mas gostávamos muito de saber) o que disse, porque
o fez, se foi aplaudido ou vaiado. Não sabemos também quem estaria
do lado de cá, sentado ou de pé (não sabemos), o que foi ali fazer, se
// A seguir ao espetáculo haverá
um
para todos no foyer
do Teatro Virginia
magusto
gostou do que viu e ouviu, se pagou bilhete ou se voltou. “
Isabel Minhós Martins
LOTAÇÃO LIMITADA
Produção Projeto Educativo Teatro Maria Matos
Texto original Isabel Minhós Martins
Imagem e desenho em tempo real Bernardo Carvalho
Coordenação e Interpretação Suzana Branco
Música Bernardo Devlin
Gestão de Projeto PI - Produções Independentes / Tânia Guerreiro
Uma ideia Susana Menezes
rede Teatro
Contemporâneo
16
Cofinanciamento
© Bernardo Carvalho
Narração Amadeu Neves
4
os
14 a 19 de Novembro
O Município de Torres Novas apresenta os seus
discutindo as problemáticas e desafios de um presente
Encontros de Lusofonia pelo quarto ano consecutivo.
que nos torna parceiros e perspectivando um futuro
Um momento de excelência para vincar pontos de
que se quer cúmplice.
união entre povos e promover, dessa forma, o respeito
pela diversidade cultural, tendo a língua como elo de
Celebrando a Língua Portuguesa, Torres Novas será,
ligação. A presente edição pretende trazer até Torres
novamente, o palco das mais variadas expressões da
Novas as cores, os ritmos, cheiros e sabores do Brasil,
Lusofonia.
recordando os episódios da história que nos uniram,
17
4os Encontros de Lusofonia
acontecimento teatral + oficina
Mito Móvel
1º e 2º ciclos (M8 anos) | idosos
c.2h
2€ (crianças/escolas) | 5€ (adultos)
16 a 18 novembro quarta a sexta . manhã e tarde . p/ escolas e centros de dia
19 novembro . sábado 10h30 . p/ famílias
Histórias de Princípios
Tudo o que existe há de ter existido uma vez pela primeira vez.
Os mitos são histórias do fundo dos tempos que nos levam até ao início
das coisas, da noite, do sonho, da primavera e do outono, do desenho,
da perda, da voz dos vales... são histórias que trazemos em nós, mesmo
que ainda não as saibamos.
Neste acontecimento teatral uma escultura é mitómóvel pois contém
em si a substância para contar estas histórias e viaja pela mão de uma
contadora. É no território entre a luz e a sombra, entre o antigo e o
atual que a contadora desvenda ao público as "histórias de princípios",
símbolos fortes do nosso imaginário, ora trágicos ora alegres, sempre
poéticos e intemporais.
A acompanhar o acontecimento teatral, uma atividade oficinal
que proporciona ao público uma experiência ativa à volta do tema
"princípios". A escrita e as artes plásticas levam-nos à construção de
uma pequeníssima história para um mini-móvel.
Local foyer do Teatro Virgínia
Lotação 1 turma / 30 pessoas
Formação Vera Alvelos
Artes plásticas, Móvel João Mouro
Figurino Margarete Zuzarte
Mais informações e inscrições em
249839300/05 ou [email protected]
18
© créditos reservados
Conceção do projeto, Contadora, Proj. Educativo,
4os Encontros de Lusofonia . música
M6 anos
c.1h20
7,5€
19 novembro . sábado 21h30
Né Ladeiras
Tradição
Tradição é um espetáculo dedicado à herança cultural da música
de raiz portuguesa e revela-se na fusão de novos ritmos multiculturais.
Baseia-se na essência da vida, nas histórias do povo e na
espiritualidade que se interroga pelos muitos cantos miscigenados da
geografia humana.
Para onde caminha a tradição? Será que é a cultura que define um
povo, ou um povo pode interagir permanentemente com a sua herança e
reescrever as narrativas que a acolhem em outras latitudes?
O Atlântico, segundo as palavras de Né Ladeiras e Chico César
aquando da sua parceria na Expo98 (mais tarde assumida na forma do
cd Da Minha Voz, 2001) é o berço de almas irmãs unidas pelas águas
maternas; águas que lavam o Cabo da Roca e o Cabo Branco são uma
só e tal como as canções elas se misturam: voluteiam. Tradição pode
voz, guitarra, percussão Né Ladeiras
percussões, voz Winga
gaita-de-foles mirandesa, galega, sueca, ulliean pipe,
whistles, percussão, voz Gonçalo Marques
guitarra, voz João Carlos Lopes
© créditos reservados
ser o Beradêro enleado na Fonte do Salgueirinho.
baixo, percussão, voz Ari
bouzouki, guitarra, percussão, voz Rui Cunha
Som Dominike Bordeau
19
dança . teatro . música
24 a 26 novembro
Reabilitar em Palco
Iii Encontro Nacional de Dança, Teatro e Música
A Dança, a Música e o Teatro são ferramentas da Área
da Reabilitação.
O III Reabilitar em palco sugere diversos espectáculos, a realizar em
espaços diferentes, unindo o público ao artista numa relação com
a diferença.
O Teatro Virgínia associa-se a esta iniciativa acolhendo uma
e Integração Torrejano e INR - Instituto Nacional
para a Reabilitação
Para mais informações
consultar o programa respectivo ou em www.crit.pt
© Sónia Coelho
actividade no dia 26 de Novembro.
Organização CRIT - Centro de Reabilitação
20
música
M3 anos
c.1h40 (c/ intervalo)
7,5€
3 dezembro . sábado 21h30
Orquestra Filarmonia das Beiras
Sinfonias e Concertos para Piano de Beethoven
Neste concerto a Orquestra Filarmonia das Beiras apresentará
a Abertura de As Criaturas de Prometeu (op. 43). As Criaturas de
Prometeu foram compostas para um bailado baseado na Mitologia
Grega e partiram de uma encomendada do Burghtheather de Viena.
Seguir-se-á o Concerto para Piano Nº5 em Mi Bemol Maior "Imperador"
(Op. 73), escrito entre 1809 e 1811, em Viena, dedicado ao arquiduque
Rudolf e estreado em Leipzig em novembro de 1811.
Para a 2ª parte foi escolhida a 4ª Sinfonia, em Si Bemol Maior
(op. 60), composta em 1806. Uma obra clássica que foi executada pela
primeira vez em 1807 num concerto privado na residência do príncipe
Franz Joseph von Lobkowitz.
Orquestra Filarmonia das Beiras,
piano João Bettencourt da Câmara
© créditos reservados
maestro convidado Luís Carvalho
rede ReCentrar
Cofinanciamento
21
música . oficina
pré escolar, 1º, 2º e 3º ciclos
c.40 min
9 dezembro . sexta 10h30 e 14h30
Clã
Oficinas Disco Voador nas Escolas
Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves dos Clã levam às
Partindo das canções e histórias do Disco Voador, os
escolas o seu último trabalho, Disco Voador. Este álbum é
dois músicos abordarão vários temas, desde o processo
feito de canções para os mais novos, inspiradas nos seus
de composição – como nasce uma canção, como é que
sonhos e medos, seus amigos e amores e tem letras de
a música se encontra com as palavras, como é que os
Regina Guimarães e música de Hélder Gonçalves. Levam
músicos transformam a composição que interpretam –
um microfone, uma guitarra e um pequeno amplificador e
até ao que é o trabalho e a vida dos Clã e dos músicos
na escola cantam as novas canções para supernovos de
em geral, abrindo também espaço para trocar ideias e
muitas idades.
responder às perguntas curiosas.
Lotação 60 pessoas
Mais informações e inscrições em
© créditos reservados
249839300/05 ou [email protected]
22
música
M4 anos
c.50 min
2€ (crianças) | 5€ (adultos)
10 dezembro . sábado 16h00
Clã
Disco Voador
Embora a banda tenha, a bordo das músicas que o
sabem que este "Disco Voador" se destina descaradamente
compõem, atravessado várias vezes o seu próprio universo
a todos os públicos. As aspirações, os desejos, os temores,
sonoro à velocidade da luz, este não é um projeto estranho
as inquietudes dos supernovos são sérias e densas. A
àquilo que os Clã veem como futuro do seu passado e como
galeria de figuras que fala nestas canções quer exprimi-las
passado do seu futuro. A partir de um desafio – construir um
o mais livremente de que é capaz. Ou seja: escutando
espetáculo para espectadores supernovos – entenderam só
e dando a ouvir a música das esferas que habita o seu
fazer sentido serem ainda mais decididamente fiéis à sua
mundo interior...
rota. A leitura que fizeram do desafio que lhes foi lançado foi
encararem esse espetáculo como um laboratório de criação,
onde as emoções, os sentimentos, os pontos de vista dos
supernovos fossem matriz de canções muito variadas em
termos de tom e de respiração.
Seguros de que nenhum humano mata totalmente a
Regina Guimarães
Voz Manuela Azevedo
Transbaixos e Guitarra Hélder Gonçalves
Teclados Miguel Ferreira e Pedro Biscaia
Baixo Eléctrico Pedro Rito
Bateria Fernando Gonçalves
criança e o adolescente que mora dentro de si, os Clã
© Ana Luandina
rede ReCentrar
Cofinanciamento
23
música
M4 anos
c.1h15
12,5€
17 dezembro . sábado 21h30
Sérgio Godinho
Mútuo Consentimento
“O escritor de canções” está de regresso!
“Mútuo Consentimento” é o título do novo disco de Sérgio
Godinho e promete ser um dos mais importantes da sua
discografia. No ano em que passam 40 anos da edição de
“Os Sobreviventes”, o primeiro longa duração da sua carreira, olha
em frente e apresenta-nos um disco com 11 novas canções, como
só ele nos sabe oferecer. A mestria de descobrir a musicalidade
das palavras, tão característica em Sérgio Godinho, pode ser
reconhecida em temas como “Acesso Bloqueado”, “Bomba-Relógio”,
“Eu Vou a Jogo” ou em “Em Dias Consecutivos”.
Ao vivo, o disco ganha nova vida quando encadeado com os temas
menos recentes e, claro, com a participação da banda ”Os Assessores”,
cúmplices de Sérgio Godinho na arte de nos inquietar.
“Os Assessores”:
direcção musical, guitarras, programações e coros Nuno Rafael
guitarras, percussão e coros Miguel Fevereiro
piano, teclados e coros João Cardoso
baixo e coros Nuno Espírito Santo
bateria, percussão e coros Sérgio Nascimento
coros, teclados e percussão Sara Corte-Real
© créditos reservados
sopros, teclados e coros João Cabrita
rede ReCentrar
Cofinanciamento
24
lab criativo
workshop
M16 anos
c.2h | 3h (c/ intervalo)
2€ (escolas) | 4€ (adultos)
11 novembro . sexta 14h30 | ensino secundário / turmas de artes
12 novembro . sábado15h00 | professores, educadores, artistas e outros adultos interessados
Oficina de Onde se vê Melhor
Com Suzana Branco e Bernardo Carvalho
Descobrir e experimentar as técnicas e ideias que fazem o espetáculo Daqui Vê-se
Melhor. Como dar corpo, forma e cor às historias?
Como criar e encaixar personagens que se querem reais mas saídas da tela?
Como fazer, mexer o que se projeta?
Linhas de um workshop onde a capacidade criativa terá o papel principal.
local Teatro Virgínia
Mais informações e inscrições
© Bernardo Carvalho
em 249839300/05 ou [email protected]
25
lab criativo
workshop
M16 anos
c.2h30
3€
26 outubro . quarta 18h30 às 21h00
Workshop de Escritos
Com os dias perdidos dentro | Com Sofia Dinger
Em torno do espectáculo Nothing´s ever yours to keep,
possibilidade ou tentativa. Em que lugares de memórias e
Sofia Dinger orienta um workshop de escrita em torno
acontecimentos e perdas reconhecemos as nossas vidas,
da memória e do esquecimento. A evocação do que não
as vidas dos outros? Neste breve workshop, procura-se
nos lembramos não deixa de ser uma estratégia para não
um esboço da escrita de todos os dias como matéria para
esquecermos. Os registos diários do que conseguimos
chegarmos uns aos outros. Quais as palavras certas para
concretizar não deixa de ser uma selecção, uma
se dizer Adeus?
local Teatro Virgínia
Mais informações e inscrições
© créditos reservados
em 249839300/05 ou [email protected]
26
Cinema Para Uma
Idade Maior
Projeto de cinema trimestral para o público dos Centros
de Dia e Lares das IPSS dos Concelhos de Torres Novas,
Entroncamento e Chamusca.
Um conjunto de pontos de reflexão estabelece pontes
entre a tela e o público. Um projeto sobre o cinema,
o olhar e o nosso quotidiano.
23 novembro . quarta 14h30
Luzes da Cidade de Charlie Chaplin
Luzes da Cidade começa com uma espetacular afronta
à pompa e circunstância e acaba com uma das imagens
mais famosas de toda a história do cinema. Do princípio
ao fim, o eco nos corações e as gargalhadas sentidas dos
seus espectadores fez com que fosse escolhido em 1998
para integrar a lista dos 100 Melhores Filmes Americanos
de sempre do American Film Institute.
A história narra a tentativa do Vagabundo para encontrar
o dinheiro necessário para uma operação que iria restituir
a vista a uma jovem vendedora de flores cega. Para isso,
o Vagabundo transforma-se num homem do lixo, num
boxeur, num falso rico, e no salvador de um milionário
com intentos suicidas.
Título Original City Lights
Ano 1931 Duração 87 min
Género Filme mudo / Comédia romântica País EUA
27
lab criativo
PANOS
outubro 2011 » maio 2012
Panos é um projeto da Culturgest que alia o teatro
ensaiar todas as 3ª feiras entre as 17h00 e as 20h00, e
escolar/juvenil às novas dramaturgias, inspirado no
ainda em alguns dias das férias da Páscoa. O grupo será
programa Connections do National Theatre de Londres.
orientado pela atriz e encenadora Suzana Branco, e os
Todos os anos, peças novas são escritas de propósito para
ensaios têm início em outubro para a apresentação do
serem representadas por jovens entre os 12 e os 18 anos.
espetáculo em abril de 2011. Têm prioridade nas inscrições,
Em Torres Novas foi criado, no âmbito do Panos, o
os jovens que já participaram noutras edições.
Grupo de Teatro Juvenil do Virgínia, que existe desde 2009.
As inscrições para este grupo estão abertas até ao final
do mês de setembro. Podem participar jovens entre os 12
As inscrições podem ser feitas através do 249839300/05 ou do
[email protected]
© Carlos Ferreira
e os 18 anos, que tenham vontade e disponibilidade para
FREQUÊNCIA GRATUITA
28
cinema às quartas
programação
apoios
3€ (2€ sócios do Cineclube de Torres Novas)
Programação sujeita a alterações
21 Setembro . quarta 21h30
Gianni e as Mulheres
de Gianni Di Gregorio
Gianni está reformado e passa a vida a fazer recados e a satisfazer os pedidos
da mulher, da mãe, da filha e da bela vizinha. Mas o romance não faz parte
da sua vida. Até que um dia, o amigo Alfonso o desafia a voltar a descobrir
os prazeres da vida e tentar encontrar uma amante. Gianni e as Mulheres é a
nova comédia do realizador de Almoço de 15 de Agosto.
Titulo Original Gianni e le Donne
Com Gianni Di Gregorio, Valeria De Franciscis, Alfonso Santagata
Ano 2011 Classificação M/12 Duração 90 min Género Comédia País Itália
28 Setembro . quarta 21h30
Somewhere - Algures
de Sofia Coppola
Johnny Marco vive no lendário hotel Chateau Marmont em Hollywood. Tem
um Ferrari para andar pelas ruas e consome avidamente um sem número de
raparigas e de comprimidos. Vivendo num conforto dormente, vagueia pela
cidade. Até ao momento em que a sua filha de 11 Anos, Cleo, fruto de um
casamento falhado, chega inesperadamente ao Chateau. O encontro com a
filha encoraja Johnny a fazer o ponto de situação em relação à sua existência
e a enfrentar a questão que nos colocamos: Que caminho queremos seguir
na nossa vida?
Titulo Original Somewhere
Com Stephen Dorff, Elle Fanning, Chris Pontius,
Michelle Monaghan
Prémios Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza 2010.
Ano 2010 Classificação M/12 Duração 97 min
Diversos prémios e nomeações nos EUA
Género Drama País EUA
29
cinema às quartas
05 Outubro . quarta 21h30
E o Tempo Passa
de Alberto Seixas Santos
Teresa é uma atriz de telenovela. O reencontro de uma velha paixão traz-lhe
memórias que ela própria julgava perdidas, levando-a a questionar não
apenas a sua vida afetiva, mas também as suas opções profissionais.
No estúdio onde decorrem as gravações, o labor quotidiano é pontuado pela
agitação de um grupo de jovens atores.
Afinal todos perguntam: onde está a felicidade?
Com Sofia Aparício, Américo Silva, Atílio Riccó
Ano 2010 Classificação M/12 Duração 91 min Género Drama País Portugal
12 Outubro . quarta 21h30
Sinfonia Imaterial
de Tiago Pereira
“Sinfonia Imaterial” é um documentário, sem voz off, sem entrevistas, tentando
o mais possível demarcar-se do documentário convencional. Nesta sinfonia,
temos apenas os artistas e os seus instrumentos; o ambiente que os rodeia e
claro, o olho do realizador.
Tiago Pereira, a convite da Fundação Inatel, percorreu o país de uma ponta
à outra, de Braga a Porto Santo, e pelo caminho foi recolhendo fragmentos
Ano 2011 Classificação M/6 Duração 56 min
Género Documentário País Portugal
de um património imaterial riquíssimo que nos últimos anos o realizador tem
Nesta sessão os sócios do Inatel têm desconto
filmado e resgatado do esquecimento.
pagando apenas 2€ por bilhete.
30
2 Novembro . quarta 21h30
GODDARD/TRUFFAUT . Os 2 da (Nova) Vaga
de Emmanuel Laurent
Os 2 da (Nova) Vaga é a história de uma amizade. Jean-Luc Godard nasceu
em 1930, François Truffaut dois anos mais tarde. O amor pelo cinema juntou-os.
Escreveram nas mesmas revistas: Cahiers du Cinema e Arts. Quando o mais
novo dos dois se tornou realizador com “Os 400 Golpes”, que triunfou em
Cannes em 1959, ajudou o velho amigo a entrar no mundo da realização, oferecendo-lhe um argumento que inclusivamente já tinha título: “O Acossado”.
Durante a década de 60 apoiaram-se mutuamente até que em 1968 a história e a política separa-os: Godard envolve-se nas políticas revolucionárias e
Truffaut continua o seu percurso artístico sem influências do contexto social e
político. Entre os dois, estava Jean-Pierre Leaud, como uma criança filha de
Titulo Original GODDARD/TRUFFAUT - Deux de la Vague
Com Jean-Luc Godard, François Truffaut,
Fritz Lang, Eric Rohmer
pais separados e desavindos. A amizade de Godard e Truffaut, bem como o
Ano 2010 Classificação M/12 Duração 91 min
seu afastamento, fazem parte da história do cinema francês.
Género Documentário País França
9 Novembro . quarta 21h30
O Barão
de Edgar Pêra
Baseado na novela homónima de Branquinho da Fonseca e no conto “O
Involuntário”, do mesmo autor, “O Barão” retrata a vida de um barão, ditador
e caciquista, arrogante e controlador, misógino e cruel, uma personagem draculesca raramente vista no cinema português.
Prémios Selecção Oficial no Festival de Cinema de Roterdão 2011
Com Nuno Melo, Marcos Barbosa, Leonor Keil, Marina Albuquerque
Ano 2011 Classificação M/12 Duração 105 min Género Drama País Portugal
31
cinema às quartas
16 Novembro . quarta 21h30
Embargo
de António Ferreira
Baseado no conto homónimo de José Saramago, esta é a história de Nuno, um
homem que trabalha numa roulotte de bifanas, e que inventou uma máquina
que promete revolucionar a indústria do calçado - um digitalizador de pés.
No meio de um embargo petrolífero, Nuno tenta vender a máquina, obcecado
por um sucesso que o fará descurar algumas das coisas essenciais da sua
vida. Um dia, quando se vê enclausurado no seu carro e perde uma oportunidade única de finalmente produzir o seu invento, vê subitamente a sua vida
embargada... Uma homenagem do Cineclube ao escritor nobel, na data em
que Saramago faria 89 anos.
Prémios Menção Honrosa do Júri Internacional no Fantasporto 2010; Melhor
Argumento Adaptado nos XVII Caminhos do Cinema Português 2010;
Com Filipe Costa, Cláudia Carvalho, Pedro Diogo,
Fernando Taborda, José Raposo
Ano 2010 Classificação M/12 Duração 83 min
Selecção Oficial no Festival de Cinema de Montreal 2010 e Festival de Cinema
Género Drama
do Rio 2010
País Portugal, Espanha, Brasil
23 Novembro . quarta 21h30
Lixo Extraordinário
de Lucy Walker, Karen Harley e João Jardim
Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz num dos
maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.
Ali, Vik fotografa um grupo de respigadores de materiais recicláveis. O trabalho
com estes personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam
quando levados a reimaginar as suas vidas fora daquele ambiente, um processo que o filme acompanha e que revela o poder transformador da arte.
Prémios Prémio do Público e da Amnistia Internacional no Festival de Cinema
de Berlim 2010; Prémio do Público no Festival de Sundance 2010; Prémio
Titulo Original Waste Land
Itamaraty no Festival de Cinema de São Paulo. Nomeado para Melhor
Ano 2010 Classificação M/6 Duração 99 min
Documentário nos Óscares 2011
Género Documentário País Brasil, Reino Unido
32
30 Novembro . quarta 21h30
A Música e o Silêncio
de Caroline Link
Os pais de Lara são surdos-mudos. Em consequência, ela teve de assumir
responsabilidades desde muito cedo. Depois de concluir o ensino médio,
Lara quer deixar a pequena cidade bávara para estudar música em Berlim.
Isso acarreta consideráveis problemas na relação com o pai, problemas que
são ainda mais acentuados com a morte da mãe.
Prémios Melhor Realização e Melhor Banda Sonora no Festival de Cinema
da Bavaria 1997; Menção Especial no “Festival Internacional de Cinema de
Chicago; Melhor Argumento e Grande Prémio no Festival de Cinema de Tóquio;
Nomeado para Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1998, entre outros prémios
Titulo Original Jenseits der Stille
e nomeações.
Com Sylvie Testud, Tatjana Trieb, Howie Seago
Ano 1996 Classificação M/12 Duração 109 min
Filme gentilmente cedido para exibição pelo “GOETHE-INSTITUT PORTUGAL”
Género Drama País Alemanha
7 Dezembro . quarta 21h30
Pina
de Wim Wenders
Pina é um filme de Wim Wenders para Pina Bausch, sobre a obra única da
extraordinária coreógrafa alemã que morreu em 2009. É uma viagem sensual
e deslumbrante através das coreografias dançadas no palco e em locais da
cidade de Wuppertal - cidade que durante 35 anos foi a casa e o centro de
criatividade de Pina Bausch.
Com Pina Bausch, Regina Advento, Malou Airaudo
Ano 2011 Classificação M/6 Duração 106 min
Prémios Melhor Documentário e Nomeação para Melhor Realização nos Prémios
Género Documentário
do Cinema Alemão 2011.
País Alemanha, França, Reino Unido
33
cinema às quartas
14 Dezembro . quarta 21h30
Depois da Música
de Igor Heitzmann
Este filme é uma aproximação íntima de uma vida pública e do segredo da
vida privada. Otmar Suitner é um maestro consagrado, um Austríaco na RDA,
um homem entre duas mulheres. Entre uma vida no Leste e uma vida no
Ocidente. Ele esteve ausente como Pai do realizador Igor Heitzmann. Um
retrato de um grande maestro, narrado pelo seu filho, que busca a música
para encontrar o seu Pai.
Prémios Melhor Filme no Festival de Cinema de Cracóvia 2008; Realizador
Revelação no Doc Lisboa 2008
Titulo Original Nach der Musik
Ano 2007 Classificação M/12 Duração 105 min
Filme gentilmente cedido para exibição pelo “GOETHE-INSTITUT PORTUGAL”
Género Drama País Alemanha
21 Dezembro . quarta 21h30
América
de João Nuno Pinto
Liza é uma jovem imigrante russa casada com Victor, um burlão sem grande
talento que vive de esquemas e de enganar velhinhas. Quando a ex-mulher
de Victor, uma efervescente andaluz, volta para Portugal reacende-se a sua
paixão por vigarices e não só. Para desespero de Liza, a sua casa torna-se
um nicho de vigaristas e falsários à procura do próximo esquema, e também
num ponto de passagem para inúmeros imigrantes de várias raças e nacionalidades, cada um à procura de um futuro melhor. Com eles chega Andrei, um
jovem ucraniano procurado pela máfia russa que se apaixona por Liza, que
vê nele a oportunidade de sair dali para fora. Só que as coisas não são assim
tão simples... Nesta América, falsificam-se passaportes, futuros, esperanças
e a ilusão de um mundo cheio de promessas.
Com Chulpan Khamatova, Fernando Luís,
María Barranco
Ano 2010 Classificação M/16 Duração 111 min
Prémios Melhor Realização no Festival Internacional de Cinema de Sofia;
Género Drama, Comédia
Presente em Festivais de Cinema na Índia, Brasil e Espanha.
País Portugal, Rússia, Brasil, Espanha
34
Miguel Sá dj-set
disco | electro | house
17 . set . sáb
Ashes
alternativa | metal | rock
23 . set . sex
Jams dj-set
dance | electro
24 . set . sáb
Kick tha Noize dj-set
alternativo
30 . set . sex
Electro Junkie dj-set
electro | disco | funk
01 . out . sáb
Tv Head dj-set + Xikobe dj-set
electro | fidget | maximal
04 . out . ter
Mikael Reis dj-set
deep | house | tech house
07 . out . sex
Rui Sousa dj-set
indie | pop | rock
08 . out . sáb
M-PeX
eléctronica | tradicional
13 . out . qui
6º Aniversário do Teatro Virgínia
alternativo
14 . out . sex
R.Zink dj-set
electro | maximal | disco
15 . out . sáb
Anti-Clockwise
rock | punk
21 . out . sex
Quito & Salito dj-set
rock | punk | alternativo
22 . out . sáb
Sidewalkers
rock
28 . out . sex
Kadjejo dj-set
electro
29 . out . sáb
Ponto G dj|vj-set
alternativo
31 . out . seg
Blitz & Krieg dj-set
gothic | industrial | metal
04 . nov . sex
Paulo Bandeira trio
jazz
05 . nov . sáb
Lovemakers dj-set
electro
11 . nov . sex
Mister Teaser dj-set
disco | new wave | electropop
12 . nov . sáb
Xaral´s Dixie
jazz
18 . nov . sex
1Pulha do Pior! dj-set
electro | maximal | baile funk
19 . nov . sáb
Lorenzfactor dj-set
alternativo
25 . nov . sex
Talk Show Host dj-set
electro | rock | pop
26 . nov . sáb
Cais de Sodré Cabaret
vintage | swing | rock’n’roll
30 . nov . qua
Os Outros
rock
café concerto
16 . set . sex
35
02 . dez . sex
Co3lho dj-Set
rock
03 . dez . sáb
R.J.A.
rock | punk
07 . dez . qua
Youngblood dj-set
electro | disco
09 . dez . sex
Sonic Reverends
garage | rock’n’roll
10 . dez . sáb
M.A.U dj-Set
pop | indie | electro
16 . dez . sex
Suprah
garage | new wave | rock
17 . dez . sáb
Rui Maia (x-wife / mirror people) dj-set
electro pop
23 . dez . sex
Xtmas Fest
alternativo
24 . dez . sáb
Xtmas Fest
alternativo
31 . dez . sáb
Bomboca & Pirolito dj-set
alternativo
Reabertura
Internet gratuita // wireless
HORÁRIO
Segunda a quinta das 12h às 24h
Sexta, sábado e vésperas de feriado das 12h às 4h00
Descanso semanal ao domingo
www.facebook.com/cafeconcertotorresnovas
[email protected]
Gestão Financeira Bruno Branco | PROGRAMAÇÃO Carlos Ferreira
36
CAFÉCONCERTO
Refeições
das 12h às 24h
A
CAMAROTE
CAMARO
B
TE C
ARO
TE D
O
BALCÃO
N
M
L
K
P
J
O
I
N
M
H
L
G
K
J
F
ALTA
PLATEIA
I
E
H
D
G
ALTA
C
F
E
B
A
D
C
B
A
PLATEIA
PALCO
SECÇÕES
Plateia 334 | Plateia Alta 48 | Balcão 189 | Camarotes 24 |
Capacidade Total 599
CAM
PLATEIA
Planta da Sala
ROTE
CAMA
4
Para receber gratuitamente a agenda do
Teatro Virgínia, preencha a seguinte ficha.
nome
morada
código postal
localidade
profissão
data de nascimento
» Apoios
e-mail
nº telemóvel
áreas de interesse
teatro
dança
música
cinema
novo circo
artes visuais
literatura
artes digitais e multimédia
atividades p/ público infantil e juvenil
ações de formação
» Apoio Lab Criativo
sugestões
Recorte e entregue na bilheteira
ou envie por correio para:
Teatro Virgínia, Largo José Lopes dos Santos
2350-686 Torres Novas
Os dados disponibilizados serão processados informaticamente para
a realização de atividades de marketing direto e estudos de mercado
pelo Teatro Virgínia. Caso pretenda aceder aos seus dados, rectificálos ou eliminá-los dirija-se por escrito ao Teatro Virgínia. Caso deseje
opor-se à utilização dos dados, assinale com uma cruz
» Parceiros
CONTACTOS
Reservas
Teatro Virgínia
Para quem quiser evitar as confusões de última hora, o Teatro
Largo José Lopes dos Santos
Virgínia aceita reservas. Estas têm que ser levantadas até 48 horas
2350-686 Torres Novas
antes da realização do espetáculo, caso contrário, ficam sem efeito.
Reservas a efectuar na bilheteira do Teatro Virgínia, através do
Tel: 249 839 300
telefone 249 839 309 ou por e-mail: [email protected]
Fax: 249 839 304
www.teatrovirginia.com
Devoluções
E-mail: [email protected]
Se por motivo de força maior a data de espetáculo for alterada,
os bilhetes adquiridos serão válidos para a data definitiva. Serão
Bilheteira
restituídas aos espetadores que o exigirem, as importâncias
Tel: 249 839 309
dos respectivos ingressos sempre que não puder efectuar-se
E-mail: [email protected]
o espetáculo no local, na data e hora marcados ou o espetáculo for
Horário: terça a sábado, das 13h às 19h
interrompido, salvo se a substituição ou interrupção forem
»Em dias de espetáculo encerra 30 minutos após o seu início.
determinadas por caso de força maior verificado depois
»Espetáculos ao domingo, segunda ou feriados, a bilheteira abre 1
do início do espetáculo.
hora antes do mesmo.
Condições de Acesso
Lab Criativo
Após o início do espetáculo não é permitida a entrada na sala, salvo
Tel: 249 839 305
a indicação dos assistentes de sala. O bilhete deverá
E-mail: [email protected]
ser conservado até ao final do espetáculo. É proibida a recolha
(todas as atividades estão sujeitas a marcação prévia)
e gravação de imagem ou som, excepto se previamente autorizadas
pela Direção.
Descontos
Os bilhetes com desconto são pessoais e intransmissíveis
Equipa
e obrigam à identificação no acto da compra e na entrada quando
Coordenação Geral Margarida Alcobia
solicitada. Os descontos não são acumuláveis. Estão sujeitos
Programação Isabel Reis
a descontos os espetáculos para público geral programados pelo
Apoio à Programação Cláudia Hortêncio
Teatro Virgínia. Não se aplica a tabela de descontos às atividades
Lab Criativo Rita Castro
do Lab Criativo e aos espetáculos para escolas.
Produção Hugo Santos
Produção Executiva, Multimédia Carlos Ferreira
Descontos de 25%:
Marketing, Comunicação e Imprensa Sandra Alexandre
»Menores de 25 anos
Design Cátia Ganhão
»Estudantes
Frente de Casa, Relações Públicas, Produção Executiva Telma Martinho
»Maiores de 65 anos
Coordenação Técnica, Manutenção e Segurança Carlos Roseiro
»Funcionários C. M. Torres Novas
Luminotécnico João Raimundo
»Grupos de 10 ou mais pessoas
Maquinista de Cena e Audiovisuais João Vidal
»Família (pai/mãe com filhos menores)
Som Miguel Clara
Descontos de 50%:
»Cartão do idoso
»Cartão Amigo do Virgínia
Bilheteira Ana Cunha e Susana Lopes
Receção e Apoio às Áreas Administrativa e Financeira Ana Cunha
Limpeza Palmira Gaspar
100% reciclado
Largo José Lopes dos Santos
2350-686 Torres Novas
www.teatrovirginia.com
Download

setembro a dezembro #11