O BOLETIM
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
Rua Maia de Lacerda 155 — Estácio — Rio — RJ CEP: 20250-001 - Tel. (21) 2273-9398 Ano 54- Nº 657 — AGOSTO/ 2012
Nesta edição!
P. 2
 Noticiário
 Expediente
 Rádio Rio de Janeiro
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P. 3
 Lembrete Fraterno:
Reflexões sobre causas e efeitos
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P. 4
 No Mundo do Esperanto
 Traços biográficos:
Ramiro Gama
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P. 5
 Allan Kardec esclarece: Não de pode servir a Deus e a Mamon
 Evangelho no Lar
 Não teve Tempo
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P.6
 O Grande Servidor
 Súplica
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P.7
 Fenômenos Mediúnicos
 Campanhas Permanentes
 Notícias da Livraria e
Biblioteca
 Programas Espíritas
na TV e na Internet
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
P. 8
 Programação
das
Reuniões públicas
 Atividades do CEBM
CRISTO ESPERA POR NÓS
Vivemos uma hora, espíritas, em que não há lugar para tergiversações.
Faz-se-nos indispensável definir tarefas e afogar-nos
na tarefa do bem.
Cristo espera por nós!
Há dois milênios chamamos por Ele. Agora Ele está
chamando por nós.
O Criador sempre atende à criatura através de outra
criatura.
É necessário estarmos sintonizados com a Criação, a
fim de recebermos o impulso do Criador para o socorro à
criatura.
Fomos chamados para a construção da Era Melhor.
Estamos convocados para a tarefa sacrossanta do
amor.
Doutrina Espírita é conhecimento com responsabilidade; compromisso indeclinável que nos impomos, a fim de
ressarcirmos o passado de sombras, de dúvidas, de
mancomunações com o mal que ainda vive dentro de nós.
Ainda nos vinculamos ao instinto animal, que nos tenta governar, em detrimento do anjo que desejamos alcançar.
É necessário que, de uma por todas as vezes, compreendamos o impositivo da nossa renovação pelo bem,
porque esta é a hora de que nos falam os livros de todas
as religiões antigas e que se consubstancializa na mensagem da Doutrina Espírita.
Esta é a hora de implantarmos, na Terra, em definitivo, o Reino de Deus.
Ontem escutamos oradores inflamados que nos incendiavam a alma, emocionando-nos, para os combates
da beligerância e da criminalidade. Saíamos dali, então,
desarvorados e prepotentes, a esmagar, felizes, os que
discrepavam de nossa fé.
Hoje, porém, Jesus nos destina um labor sublime: o
da implantação do bem na Terra.
Todos fomos chamados. Todos nos encontramos na
lide, com o dever inalienável de servir e amar.
O espiritismo, no seu segundo século, chama-se
―ação‖.
Até há pouco, combatiam a mensagem luminosa. Os
adversários, porém, da Terceira Revelação, filhos meus,
estão agora dentro de nossas fileiras, dentro de nós... Ou
modificamos a nossa forma de agir, de servir e de amar,
ou seremos responsáveis pelo adiamento da concretização dos ideais do Consolador na Terra. Esta é a religião,
cujo nome foi dado por Jesus. O Consolador, não o
esqueçamos.
Consolemos as lágrimas, estancando-as no seu nascedouro; atendamos à dor, ferindo-a na origem. Lutemos
contra o mal em nossa alma e ganharemos a Terra da
Paz.
Hoje é o fruto do nosso ontem, mas o amanhã é o
nosso hoje vitorioso nimbado de bênçãos com Jesus...
Unificação, portanto, é o ideal de beleza e de amor
nas diretrizes basilares do pensamento kardequiano,
dirimindo dúvidas, apontando rumos e ganhando almas
para o exército do bem.
Era Nova! A mediunidade posta a serviço de Jesus!
Boas Novas! ...
"Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem
revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se
tudo para edificação" – Paulo. ( I Coríntios 14,26)
As palavras de Paulo, em uma de suas cartas
de incentivo às congregações que havia fundado,
ao longo de seus caminhos pela difusão do Cristianismo, têm a característica inconfundível dos
grandes ensinos cristãos : Sobrevivem ao tempo e
se situam na eternidade...
Assim é para todos nós, que abraçamos o Espiritismo, uma exortação para não esmorecermos
e prosseguirmos na esperança.
Afinal, temos todos os elementos para que, juntos, enfrentemos os desafios da construção de um
mundo melhor e, como Paulo pediu que os Coríntios tudo fizessem para a edificação do Cristianismo, para nós fica o pedido para que nos situemos
na edificação de uma mentalidade de regeneração,
onde possamos encontrar a paz, a harmonia e um
caminho menos acidentado.
A nossa responsabilidade não pode ser ignorada, temos o benefício das mais sensatas advertências por parte da espiritualidade.
Bezerra exaustivamente alerta para que renunciemos ao comodismo e encontremos, dentro das
múltiplas possibilidades que a vida e a experiência
oferecem, o nosso nicho de atuação em beneficio
dos semelhantes.
Também a esse respeito, Emmanuel nos ensina, com propriedade, em "Pão Nosso", na significativa página chamada "Mãos à Obra": ―Convençam-se os discípulos de que o trabalho e a realização pertencem a todos e que é imprescindível se
movimente cada qual no serviço edificante que lhe
compete. Ninguém alegue ausência de novidades,
quando vultosas concessões da esfera superior
aguardam a firme decisão do aprendiz de boa
vontade, no sentido de conhecer a vida e elevarse”.
O serviço existe e o conhecimento disso, aliado
à responsabilidade individual, exigem mais do que
a simples filiação religiosa, espera-se o comprometimento com o serviço ao próximo, que é a responsabilidade levada a sério.
No momento em que a nossa Casa de Bezerra
está prestes a comemorar seu centenário, as
palavras de Paulo soam como abençoado alerta
para a reflexão em nosso papel como espíritas,
fortalecendo nossa presença como trabalhadores e
irmãos desta casa.
.
Bezerra
Fonte: FRANCO, Divaldo Pereira. Compromissos Iluminativos,
(pelo Espírito Bezerra de Menezes), cap. 27, LEAL, 2ª Edição,
1990
O CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES
está se preparando para as comemorações do
CENTENÁRIO de fundação:
1912 - Setembro - 2012
AGOSTO/ 2012
O BOLETIM
P. 2
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
Expediente
O Boletim
Desde agosto de 1957
Informativo do Centro Espírita
Bezerra de Menezes
Rua Maia de Lacerda, 155, Estácio, Rio de Janeiro — RJ
CEP 20250-001
Tel. (21) 2273-9398
02 de setembro de 2012
das 9h às 17h
 Mostras de música, de
teatro
 Oficinas de arte e recursos
digitais
 Feira de livros espíritas infantis
Local: Centro Espírita Bezerra de Menezes
Rua Maia de Lacerda 155 - Estácio
Inscrições: www.ceerj.org.br
Endereço eletrônico:
www.bezerramenezes.org.br
Email:
diretoria@bezerramenezes.org.br
Elaboração
e
Editoração:
Equipe da Área de Divulgação do
CEBM
Revisão: Lucia Maria Alba da
Silva
Periodicidade: Mensal
Tiragem: 150 exemplares
********
CONSELHO DIRETOR DO CEBM
Área Administrativa:
Lydia Alba da Silva
De 12 a 14 de outubro de 2012
Local: Clube Monte Líbano
Av. Borges de Medeiros 70 – Lagoa - RJ
Inscrições: www. congressoespiritarj.com.br
Área Financeira:
Luiz Raimundo Silva Arruda
Área de Assuntos Doutrinários:
Lydia Alba da Silva
Área de Divulgação:
12 º CEU-CEERJ
Cybele Silva Gomes
Local:
Agremiação
Espírita Francisco de Paula
Área de Evangelização Espírita Infantojuvenil e Família:
Rua dos Araujos
28 = Tijuca
Área de Assistência
Promoção Social Espírita:
Lucia Maria Alba da Silva
e
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Marcia Antonio Frota Correia
RÁDIO RIO DE JANEIRO - 1400 AM
A Rádio Rio de Janeiro, 1400 AM, transmitindo do Brasil para o mundo, é um dos meios pelos quais a FUNTARSO, sua operadora, propicia
a aplicação de sua missão.
Internet: www.radioriodejaneiro.am.br
Coopere, depositando qualquer valor dentro da sua possibilidade na conta corrente 10.000-5, agência 1699-3, do
Banco Bradesco (nº do banco: 237), em nome da Fundação Cristã - Espírita Cultural Paulo de Tarso (FUNTARSO),
Informações complementares podem ser obtidas pelo telefone: (21) 3386-1400 ou pelo site.
AGOSTO / 2012
P. 3
O BOLETIM
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
LEMBRETE
FRATERNO
Reflexões sobre Causas e Efeitos
No caminho para a luz, o Espírito adquire débitos
que são gerados por conta da inconsequência e da
visão deturpada sobre como percorrê-lo. Navegamos
pelos mares do egoísmo, aportamos na enseada do
materialismo, caminhamos pelas terras do fanatismo,
vencemos as tempestades da intolerância, passamos
pela influência das trevas; são tantos os obstáculos e
muitas vezes, perdemos muito tempo até que a razão
prevaleça.
Nesse processo, o Espírito contabiliza faltas e assume responsabilidades, mas, na medida em que o tempo
passa e as lições vão ensinando a viver, a realidade
começa a sair fora das brumas do erro e se torna nítida
diante da verdade.
De todas a fases do processo de regeneração espiritual, o momento da verdade é provavelmente a mais
crucial e nesse momento, não se tem mais desculpas
para a incidência de erros, nem justificativas para atos
menores, é a solidão da consciência e a convergência
das lágrimas. É o momento em que o Espírito anseia
pela regeneração e procura conhecer as formas de
conseguir esse intento.
No livro Chico Xavier Pede Licença, Emmanuel nos
conta, no Cap. 19 – Desencarnações Coletivas – fatos
elucidativos sobre as relações de causa e efeito nas
mortes coletivas, que são resultantes da expectativa
espiritual pela regeneração, verdadeiros passaportes
para a luz.
O nosso bom amigo nos diz que, quando o Espírito
tem consciência de suas responsabilidades diante da
vida, roga ao Pai os meios de resgatá-las devidamente.
Faz-se importante lembrarmos que é no momento da
verdade, que o resgate tem sua maior força e eficácia, é
nesse momento que o devedor tem condição de entender o porquê de suas dores e justificá-las para si mesmo, sem que se defronte com as sombras da revolta,
que só tenderiam a empurrá-lo para uma longa espera
por outra oportunidade.
É quando observamos dolorosos casos em que milhares de pessoas são arrastadas pela voragem das
guerras, vítimas indefesas de saques, compelidas a
experimentar dores que semearam em seu passado.
São vítimas de epidemias arrasadoras, respondendo
pelos erros de corrupção que prejudicaram irmãos que
nelas confiaram; almas comprometidas com os anseios
de ouro e poder, agora vítimas de violências na partilha
de terras e bens, ao preço de sangue e lágrimas.
Fala-nos ainda Emmanuel, em elucidativo relato, sobre as mortes coletivas em incêndios terríveis, que
podem ser por explosões, atentados, acidentes, refletindo um passado onde corsários ateavam fogo em navios
e cidades, na busca da pilhagem fácil.
Todavia, todas essas explicações só fazem sentido,
se entendidas na mecânica da reencarnação, caso
Assaruhy Franco de Moraes
contrário, difícil será entrever a justiça em cada evento
reparador e perceber que se criamos a culpa, também
escolhemos a forma de repará-la.
Finaliza o mentor espiritual, dizendo que nunca ficamos sem a presença da Misericórdia Divina e que o
sofrimento é sempre reduzido ao mínimo.
Não existem regras fixas de tempo entre a causa (falta) e o efeito (resgate), o que vale é a capacidade que as
almas endividadas têm para entender sua situação e
tirarem o melhor proveito da lição que receberem.
Em Crônicas de Além Túmulo, Humberto de Campos
reporta-nos sobre o incêndio de um circo em Niterói, RJ
em 1961, uma dolorosa tragédia com centenas de mortes de adultos e crianças, que agora vítimas, foram
responsáveis, 1784 anos antes, por queimarem cerca de
mil crianças e mulheres cristãs, numa arena de circo na
Gália, ainda na época do Império Romano.
Essas explicações, certamente, não devem ser recebidas para que tenhamos menos comoção diante da
tragédia de nossos irmãos, naquele momento, diante do
resgate reparador. A finalidade de conhecermos essas
relações de causa e efeito, é para que possamos entender o porquê dos tristes eventos corretores, aceitando a
presença da justiça divina exatamente onde possa parecer que ela está ausente.
Assim, precisamos refletir diante da violência e dor
dos desastres que comovem e traumatizam a opinião
pública, das tragédias humanas e dos dramas pessoais.
Nossa melhor contribuição para esses fatos, deve ser a
prece sincera pelos irmãos em prova e pelos de suas
convivências, para que se fortaleçam na esperança do
reencontro em dias melhores
―Ouça a voz de Deus.
Às vezes, você busca falar com Ele, mas a sua voz se
cala sem coragem de se elevar até a Sua presença?
Não se aflija, porém. Ao invés de falar com Ele ―para
fora‖, busque falar ―para dentro‖ de você. Surpreendentemente, ali você ouvirá a ―voz divina‖ que tanto anseia escutar. Ela lhe ama infinitamente.
Procure segui-la. Você sentirá paz e alegria. É diferente
de uma voz que vem de fora.
A voz de Deus está presente até na intimidade do átomo.‖
Lourival Lopes
Gotas de Esperança-p.159
AGOSTO / 2012
P. 4
O BOLETIM
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
NO MUNDO DO ESPERANTO
―La paco de Jesuo estu en la koroj de niaj
karaj gefratoj.
Os Primeiros Ensaios (Capítulo VII, 1ª parte)
―(...) Quiséramos de início nos tornarmos vistos
e compreensíveis pelos homens (...) Quiséramos com
eles entreter relações amistosas e sérias, confabulações interessantes e elucidativas, intercâmbio permanente de noticiário, por nós considerado da mais alta
utilidade para todo o gênero humano, porquanto tendia
a adverti-lo do perigo desconhecido que representava o
suicídio para a sociedade terrena(...)
Encontrávamo-nos, assim, em luta para a consecução desse desiderato, quando nos assaltou desejo
ardente de nos transportarmos para o Brasil. Sabíamos
ser o país irmão campo vasto e fácil para os exercícios
que trazíamos em mira(....)
Iniciamos, então, luta árdua e exaustiva(..).
Todos os recursos, no entanto, de que podíamos dispor, tentamos a fim de aproveitarmos médiuns
brasileiros para o sacrossanto projeto que tínhamos em
mira! Humildes, dóceis, afáveis, amorosos, sinceros no
desejo de servir, encontramos vários deles que se
poderiam ter tornado cireneus de nossas aflições,
suavizando nosso calvário de reparações e experiências. Tudo fizemos por utilizarmos suas faculdades
para os trabalhos literários com que quiséramos testemunhar a Deus nosso arrependimento por infringirmos
Suas Leis.
Mas, oh! A tortura do idioma!
Por que os brasileiros, Deus do Céu, descendentes nossos, nossa raça, mesmo nosso sangue,
tanto se desviaram do nosso culto pela língua pátria?!
(....) E por que ao menos os homens não tratavam de
se habilitar num idioma tornado universal, que a nós,
Espíritos, como a eles, concedesse possibilidades de
expansões brilhantes?!(...) O que, então, poderíamos
produzir, servindo-nos de médiuns como os há em
terras do Brasil!(...)‖
TRAÇOS BIOGRÁFICOS
RAMIRO GAMA
Nascido no dia 27 de dezembro de 1898, em Tristão da Câmara, distrito de Petrópolis, Estado do Rio de Janeiro, e desencarnado no dia 20
de maio de 1981, na cidade do Rio de Janeiro.
Ramiro Gama nasceu filho de José Rodrigues de Araújo Gama e
Gertrudes Pereira de Souza Gama.
Era casado com Maria José Costa de Oliveira Gama, de cujo casamento nasceram três filhos: José Vicente (desencarnado), Ramiro, oficial
da Aeronáutica, e Djalma, advogado, deixa também 9 netos e uma filha
adotiva, Sônia.
Era aposentado da Estrada de Ferro Central do Brasil, no cargo de
professor.
Jornalista, escritor, poeta, conferencista e espírita dos mais atuantes.
Participou de inúmeros Congressos e outros eventos espíritas, foi o
criador das Semanas Espíritas, em 1939, na cidade de Três Rios, juntamente com a inesquecível Rita Cerqueira (Mãe Ritinha) e outros companheiros.
A primeira Semana Espírita de que se tem notícia, teve a participação de Leopoldo Machado, Carlos Imbassahy, Manoel Quintão, Jacques
Aboab, Sebastião Lasneau e tantos outros.
Deixou vinte livros publicados: ―Estuário‖, ―Augusto dos Anjos‖, ‖História de um Coração‖, ―Português em 20 lições‖, ―O meu fanal‖, ―Lindos
casos de Chico Xavier‖, ―O Bom Pastor‖, ―De irmão para irmão‖, ―Lindos
Casos de Bezerra de Menezes‖, ―Teatro Espírita‖(dois volumes), ―Evangelho e Educação‖, ―Viagem ao Norte e Nordeste Espírita‖, ―Lindos
Casos do Evangelho‖, ―O amor de nossas vidas‖, Seareiros da Primeira
Hora‖, ―Irmãos do Bom Combate‖, ―Os mortos estão de pé‖, Lindos
Casos de Mediunidade Gloriosa‖, ―Faz isso e Viverás‖.
Deixou mais de 10 livros inéditos.
Colaborou com quase toda a Imprensa Espírita do País e várias do
Estrangeiro.
Participou de inúmeros programas de Rádio e fundou o jornal ―O
Nosso Guia‖, já extinto.
Viajou por quase todo o Brasil a serviço do Espiritismo
Fonte: LUCENA, Antônio de Souza e GODOY, Paulo Alves. Personagens do Espiritismo (do Brasil e outras terras), p. 179, Edições
FEESP, 1982. 1ª edição, SP
A Mansão da Esperança (Capítulo I, 3ª parte)
―(...)Emocionados, detivemo-nos diante das Escolas
que deveríamos cursar. Lá estavam, entestando-as, os
letreiros descritivos dos ensinamentos que receberíamos:
_ Moral, Filosofia, Ciência, Psicologia, Pedagogia, Cosmogonia, e até um idioma novo, que não seria
apenas uma língua a mais, a ser usada na Terra como
atavio de abastados, ornamento frívolo de quem tivesse recursos monetários suficientes para comprar o
privilégio de aprendê-la. Não! O idioma cuja indicação
ali nos surpreendia seria o Idioma definitivo, que havia
de futuramente estreitar as relações entre os homens e
os Espíritos, por lhes facilitar o entendimento, removendo igualmente as barreiras da incompreensão entre
os humanos e contribuindo para a confraternização
ideada por Jesus de Nazaré.
Trechos extraídos do livro ―Memórias de um Suicida‖, psicografado por Yvonne Pereira, ditado pelo
espírito Camilo Cândido Botelho.
―O primeiro passo para a conquista do Céu, há de ser dado por nós,
na Terra, e por isso, antes de reclamar o socorro dos anjos, imitemos,
cada dia, os grandes trabalhadores da prosperidade comum, que formam, na Humanidade, os padrões vivos do bem, na vanguarda do
progresso e da luz.‖
Emmanuell
Intervalos, p.76
AGOSTO / 2012
P. 5
O BOLETIM
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
“Não se pode servir a
Deus e a Mamon”
NÃO TEVE TEMPO
Allan Kardec esclarece.
―(...) Se a riqueza é a causa de muitos males, se exacerba tanto as más
paixões, se provoca mesmo tantos crimes, não é a ela que devemos
inculpar, mas ao homem, que dela abusa, como de todos os dons de Deus.
Pelo abuso, ele torna pernicioso o que lhe poderia ser de maior utilidade. É
a consequência do estado de inferioridade do mundo terrestre. Se a riqueza
somente males houvesse de produzir, Deus não a teria posto na Terra.
Compete ao homem fazê-la produzir o bem. Se não é um elemento direto
de progresso moral, é, sem contestação, poderoso elemento de progresso
intelectual.
Com efeito, o homem tem por missão trabalhar pela melhoria material
do planeta. Cabe-lhe desobstruí-lo, saneá-lo, dispô-lo para receber um dia
toda a população que a sua extensão comporta. Para alimentar essa
população que cresce incessantemente, preciso se faz aumentar a produção. Se a produção de um país é insuficiente, será necessário buscá-la
fora. Por isso mesmo, as relações entre os povos constituem uma necessidade. A fim de mais as facilitar, cumpre sejam destruídos os obstáculos
materiais que os separam e tornadas mais rápidas as comunicações. Para
trabalhos que são obras dos séculos, teve o homem de extrair os materiais
até das entranhas da terra; procurou na Ciência os meios de os executar
com maior segurança e rapidez. Mas, para os levar a efeito, precisa de
recursos: a necessidade fê-lo criar a riqueza, como o fez descobrir a Ciência. A atividade que esses mesmos trabalhos impõem lhe amplia e desenvolve a inteligência, e essa inteligência que ele concentra, primeiro, na
satisfação das necessidades materiais, o ajudará mais tarde a compreender
as grandes verdades morais. Sendo a riqueza o meio primordial de execução, sem ela não mais grandes trabalhos, nem atividade, nem estimulante,
nem pesquisas. Com razão, pois, é a riqueza considerada elemento de
progresso‖
(Do livro ―O Evangelho Segundo o Espiritismo‖, cap. XVI item 7, de Allan
Kardec,)
ESTUDAR KARDEC
CONHECER KARDEC
PARA VIVER JESUS
— Fui espirita... Nasci em berço espirita. Recebia
passes e, de quando em quando, comparecia a algumas conferências. Quando solicitado, cooperava com
esta ou aquela campanha de benemerência. Sempre
quis ser médium, mas nunca tive tempo para dedicarme. Frequentava clubes e... a família me fazia certas
cobranças. Os negócios me absorviam muito e eu
precisava cuidar do pão de cada dia, vocês não
acham? Quem, afinal, iria alimentar-me?! Sabemos
que o ―maná‖ só caiu de graça do céu uma única
vez... Fui espírita... Jamais deixei de recorrer à ajuda
espiritual quando as coisas apertavam para mim, pois,
em qualquer circunstância, não negava a minha fé.
Tinha vontade de realizar o culto do Evangelho no lar,
mas... Começava a ler livros interessantes, no entanto, não sei por que não conseguia terminá-los... O
pessoal do Centro pedia muito; não podia me ver, e eu
tinha que viver me esquivando... Só porque me percebiam com correntes e pulseiras de ouro, carro novo,
imaginavam que eu fosse rico... Fui espírita... Na
minha casa cheguei a ter uma biblioteca imensa. A
minha avó era médium vidente. Quando criança, eu
frequentava aulas de evangelização. O tempo na
Terra é curto em excesso. Vejam vocês: quando eu
estava conseguindo reunir as condições para realizar
o meu sonho, que era o de vincular-me a uma tarefa,
fundar um núcleo, sei lá, desencarnei... Não tive
tempo...
Ouvindo, na Vida Maior, o companheiro em tão
pungente depoimento, como se estivesse ensaiando
para explicar-se nas barras do tribunal da Divina
Justiça, arrisquei a indagação:
— Meu irmão, com quantos anos você deixou o
corpo?...
— Ah!, meu amigo, eu já tinha passado dos 70...
Ramiro Gama
O Evangelho no Lar é um roteiro simples de
oração familiar, com o objetivo primordial de
espiritualização do ambiente caseiro.
Além de proporcionar a evangelização de cada
participante, atrai para o domicílio a presença de
bons Espíritos e do próprio Jesus.
É um momento de recolhimento,
aprendizado e oração, para harmonizar
nossa casa e a todos a quem dirigirmos
nossas preces.
EVANGELHO NO LAR E NO CORAÇÃO...
PAZ NA HUMANIDADE
Fonte: BACCELLI, A. CARLOS, LINDOS CASOS DE
ALÉM-TÚMULO ( pelo Espírito Ramiro Gama), cap. 32, 1ª
Edição, 1998, Editora DIDIER
―Não alegues isolamento ou pequenez para desistir do
esforço edificante que nos compete.
Uma fonte humilde garante o oásis na terra seca e apenas uma lâmpada acesa vence a força das trevas.
A harmonia do todo vem da fidelidade e do serviço de
cada um.
Trabalhemos unidos pela edificação da Terra Melhor.
Comecemos ou recomecemos a nossa tarefa baseando
a própria ação no aviso de Paulo: suportando-nos uns aos
outros e perdoando-nos mutuamente‖.
Emmanuel
Segue-me.p.142
AGOSTO / 2012
O BOLETIM
P. 6
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
O GRANDE SERVIDOR
―Eu estou entre vós como quem serve” – Jesus (Lucas, 22:27)
Sim, o Cristo não passou entre os homens como quem impõe.
Nem como quem determina.
Nem como quem governa.
Nem como quem manda.
Caminhou na Terra à feição de servidor.
Legou-nos o Evangelho da vida, escrevendo-lhe a epopeia no coração das criaturas.
Mestre, tomou o próprio coração para sua cátedra.
Enviado Celestial, não se detém num trono terrestre e aproxima-se da multidão para auxiliá-la.
Fundador da Boa Nova, não se limita a tecer-lhe a coroa com palavras estudadas, mas estende-a e consolida-lhe os valores com as próprias
mãos.
A prática é seu modo de convencer.
O sacrifício é o seu método de transformar.
Aprendamos com o Divino Amigo a ciência da renovação pelo bem. E modificar a nós mesmos, para a vitória do bem, elevando pessoas e
melhorando situações, é servir sempre, como quem sabe que fazer é o melhor processo de aconselhar.
Emmanuel
Fonte: XAVIER, Francisco Cândido. SEGUE-ME, (pelo Espírito Emmanuel),p. 119, 7ª Edição, 1994, Editora O CLARIM
Você está convidado a conhecer as atividades do
SAPSE/CEBM.
Reuniões mensais – 4º sábado, de 8h às 12h
CEBM – EVANGELIZAÇÃO ESPÍRITA
INFANTOJUVENIL E FAMÍLIA
SÚPLICA
Espírita, meu irmão.
Hoje procuro refúgio no teu coração, cansado como me encontro de mil embates, na longa jornada dos séculos.
Dizem que sou débil plantinha, no entanto, relegam-me ao vendaval, deixando-me à mercê da canícula ou na via das enxurradas imundas.
Afirmam que sou o futuro, todavia, desrespeitam o meu presente, colocando dificuldades e aflições ao alcance das minhas débeis mãos.
Expressam que eu sou diamante precioso, mas ninguém procura retirar a jaça e a ganga que me tornam imprestável, por enquanto.
Informam que eu sou um pequeno rei, no império da vida, todavia, descuidam do meu aprimoramento, sem me aformosearem o caráter para o
nobre ministério.
Chamam-me de anjo e conduzem-me, por negligência, ao império do desespero e da revolta.
Agradam-me e, muitas vezes, degradam-me deixando-me sob o jugo imperioso de forças desordenadas.
Ajuda-me agora, para que, por minha vez, eu possa ajudar mais tarde.
Acolhe-me na terra fértil do teu coração e desenvolve-me os sentimentos latentes dentro de mim.
Serei amanhã o que fizeres de mim agora. Não te peço muito.
Rogo-te, apenas, que abras os braços e me alcances.
Suaviza tua voz para ensinar-me e dá leveza à tua mão quando seja necessário corrigir-me. Mas não me deixes sem o carinho que estimula
nem a correção que educa e salva.
Confio em ti. Socorre-me hoje, e não mais tarde.
Necessito urgente de orientação e sustento.
Recebe-me enquanto não me maculam as nódoas da vida.
Dilata as tuas possibilidades e eu coroarei os teus dias com as bênçãos da alegria perene, levando, pelas gerações afora, a mensagem viva do
teu auxílio como legatário natural da tua fé libertadora e santa.
Irmão do Cristo, recolhe-me no teu amor em nome de Quem, em apresentando os pequeninos aos discípulos amados, asseverou pertencer o
Reino dos Céus.
Anália Franco
Fonte: FRANCO, Divaldo Pereira, SEMENTEIRA DA FRATERNIDADE (Diversos Espíritos), 6. Ed.. cap. 4. LEAL, 2008
SÁBADOS: 14h30 às 17h
• Grupos de infância a partir de 2 anos
• Grupo de jovens
• Grupo de pais e responsáveis
O BOLETIM
AGOSTO / 2012
P. 7
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
FENÔMENOS MEDIÚNICOS
Os fenômenos mediúnicos a se evidenciarem,
inevitáveis, nas estradas do homem, guardam expressiva similitude com a presença das águas, nos
caminhos da Terra.
Águas existem, por toda parte.
Possuímo-las cristalinas em fontes recamadas
de areia, pesadas de barro nos rios que desgastam
o solo, tisnadas na sarjeta em que rolam depois da
chuva, lodacentas no charco, furtadas de represas,
concentradas em lagoas infectas, amargas em poços largados no esquecimento, semi-envenenadas
nos esgotos de lama...
Todas elas, contudo, podem ser decantadas,
medicadas, purificadas e renovadas para servir.
Assim também os fenômenos mediúnicos.
Venham de onde vierem, assinalam-se por determinado valor.
Entretanto, é preciso não esquecer que devem
ser examinados, raciocinados, interpretados e
compreendidos para mostrarem proveito justo.
Para eles e junto deles, todos nós temos a Doutrina Espírita por filtro de tratamento.
À vista disso, não desprezeis fato algum, mas
igualmente, em tempo algum, não vos canseis de
estudar.
Albino Teixeira
Fonte: XAVIER, Francisco Cândido e VIEIRA, Waldo .
IDEAL ESPÍRITA (Espíritos Diversos), cap. 55, 12ª Edição,
Editora CEC, MG
O CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES e você!!!
CAMPANHAS PERMANENTES
NOVOS SÓCIOS





Roupa de cama /mesa /banho
Utensílios domésticos
Fazenda para cueiro e roupinha de bebê
Cobertores (infantis e para adultos)
Flanelas
PARTICIPE. DIVULGUE!
CONVITE
Prezado Confrade.
Nossa Instituição depende de seu Quadro Social para a
consecução de suas finalidades.
Se você frequenta nossa Casa há algum tempo e sente
vontade de unir-se à nossa família, procure-nos.
―AJUDAR É HONRA QUE NOS COMPETE.‖
Contamos com você em 2012.
PROGRAMAS ESPÍRITAS NA TV E NA INTERNET
DESPERTAR ESPÍRITA – Lar Fabiano de Cristo
CNT – em rede nacional: domingo / 8h às 8h30
NET – Rio – canal 6 – Quarta/ 20h30 às 21h30 Quinta- feira: 13h30 às 14h30
ALVORADA ESPÍRITA
24 horas de programação com palestras e programas de TV
www.tvalvoradaespirita.com.br
Visite a LIVRARIA
Títulos novos e usados
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
No mês AGOSTO
Todos as obras
com preços promocionais. Adquira. Presenteie.
TV MUNDO MAIOR
Emissora da Fundação Espírita André Luiz – www.tvmundomaior.com.br
Programa TRANSIÇÃO- a visão espírita para um novo tempo
Rede TV – domingos às 16h15 – www.programatransicaotv.br
NET – canal 26
TVCEI - www.tvcei.com
 TVCEERJ - http://ceerj.tv/tv
Contribua para a banca
de livros usados oferecendo
obras em bom
estado.
JULHO / 2012
P. 8
O BOLETIM
Informativo do Centro Espírita Bezerra de Menezes
REUNIÕES PÚBLICAS DE ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL, SEGUIDAS DE PASSES E ÁGUA MAGNETIZADA.
PROGRAMAÇÃO
- AGOSTO 2012
TERÇA-FEIRA
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO — O LIVRO DOS ESPÍRITOS
DIA
HORA
TEMAS
EXPOSITORES
07
15h
Espíritos errantes. Mundos transitórios
LE- questões 223 a 236
Welles Costa
14
15h
Prece pelos que já não são mais da Terra
EV – cap. 28. Título IV: 59 a 76
Vera Lucia Claudiana da Silva
21
15h
Preces Por Outrem
ESE – Cap. 28:3 - 42 a 58
Maria Ramos Williams
28
15h
Preces pelos doentes e obsidiados
EV – cap. 28. Título V: 77 a 44
Wilta Correis da Silva
QUINTA-FEIRA
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO — O LIVRO DOS ESPÍRITOS
DIA
HORA
TEMAS
EXPOSITORES
02
19h
Deus e o Infinito. Atributos da Divindade
LE - questões 1 a 16
Zita Flora de Almeida
09
19h
A resignação. A felicidade não é deste mundo
EV – cap. V: 12 a 20
Miriam Regina Vaz Guimarães
16
19h
Elementos gerais do universo
LE – questões 17 a 36
Inês Gripp
23
19h
Tormentos e provas voluntários. A desgraça real
EV – cap. V: 21 a 26
Aimar Greco
30
19h
OBRA: LUZ DO MUNDO ( Amélia Rodrigues)
Continuação
Telma Brilhante de Albuquerque
DOMINGO
DIA
HORA
05
10h
12
19
26
10h
10h
10h
TEMAS
Missão e Opção
EXPOSITORES
Assaruhy Franco de Moraes
Valiosos apontamentos - OBRA: Entre a Terra e o Céu – Cap. 5
Zita Flora de Almeida
Num Lar cristão – OBRA: Entre a Terra e o Céu – Cap.6
Welles Costa
Consciência em desequilíbrio - OBRA: Entre a Terra e o Céu – Cap. 7
Carlos Alberto Mendonça
ATIVIDADES NO CEBM
18h50min às 20h15min
18h30min às 20h
—
Reunião
de Estudo e Educação da Mediunidade (Privativa)
Reunião de Atendimento Espiritual (Privativa)
13h15min às 14h45min
13h45min às 15h
14h30min às 15h
15h às 16h30min
16h30min às 17h
16h30min às 18h
Curso
— de Esperanto (Leitura de ―LA EVANGELIO LAŬ SPIRITISMO‖ e ―DE FRANCISKO EL ASIZO POR VI‖
8h às 8h30min
8h30min às 9h
19h às 20h30min
19h às 20h30min
19h às 20h30min
Encontro para Oração
—
—
Diálogo
Fraterno
—
Grupo
de Estudo - Introdução à Doutrina Espírita
—
Grupo
de Estudos Básicos da Mediunidade
—
Grupo
de Estudo do Evangelho
QUINTA-FEIRA
17h às 18h30min
18h30min às 19h
18h45min às 20h
19h às 20h30min
Curso de Esperanto
—
—
Diálogo
Fraterno
—
Reunião
de Atendimento Espiritual Direto (Privativa)
—
Reunião
de Estudos Doutrinários (Pública)
SEXTA-FEIRA
18h45min às 20h
—
Reunião
de Atendimento Espiritual à distância (Privativa)
—
—
SÁBADO
8h às 12h
15h às 17h
17h30min às 19h30min
Atividade do SAPSE (4º Sábado)
—
—
Evangelização
Espírita Infantojuvenil e Família
—
Grupo
de Estudos Espíritas
DOMINGO
10h às 11h30min
13h45min às 16h30min
13h45min às 16h30min
Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
—
—
Caravana - Visita ao Instituto Miguel Pedro (mensal - no 3º domingo)
SEGUNDA-FEIRA
TERÇA-FEIRA
QUARTA-FEIRA
Reunião
de Atendimento Espiritual (Privativa)
—
Diálogo
Fraterno
—
Reunião
de Estudos Doutrinários (Pública)
—
Diálogo
Fraterno
—
Grupo
de Estudo: O Livro dos Espíritos
—
Caravana - Visita ao Centro Espírita Filhos de Deus ( mensal - no último domingo)
Download

Baixe aqui a versão em PDF - Centro Espírita Bezerra de Menezes