www.abcdmaior.com.br
rodrigo pinto
Herança deixada pelos
ingleses no século 19 em
Paranapiacaba começa a
ser restaurada. PÁG. 6
ANO 9 | Nº 898 | 9 e 10 de junho de 2015
E XEM PLAR GRATU I T O
Governo Alckmin abandona
patrimônio cultural na Região
Dois patrimônios culturais correm o risco de serem fechados à visitação pública pela má
conservação feita pelo governo do Estado: Estrada Velha do Mar e Calçada do Lorena, importante
obra de engenharia do século 18. Há até um abaixo-assinado contra o fechamento. PÁGINA 7
acampamento contra demissões na mercedes
Os trabalhadores na Mercedes-Benz montaram acampamento nesta segunda-feira (08/06) na praça em frente à fábrica de ônibus e caminhões de São Bernardo. A
ação mobiliza cerca de 300 funcionários, que permanecem com o objetivo de reverter as 500 demissões anunciadas no mês passado. Página 9
andris bovo
PO LÍTIC A
e spor t es
c i da d es
NACI ONAL
Diretor de hospital
acusa regina
maura em scs PÁG. 4
EX-CRAQUE DO
VÔLEI TREINA TIME
DO S. BERNARDO PÁG. 15
usuário de trem
ignora ônibus
intermunicipal pág. 8
GOVERNO LANÇA
NOVO PACOTE DE
INVESTIMENTOS PÁG. 10
2 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
opinião
EDITORIAL
Pobre
Estrada Velha
Em 2013, o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), veio a São Bernardo e anunciou que o
espaço turístico da Estrada Velha do Mar, junto com
patrimônios culturais como a Calçada do Lorena e
o conjunto de prédios conhecido como Pouso da
Maioridade, seriam reabertos à visitação pública “em
caráter definitivo”. A má conservação, por parte do
governo estadual, havia provocado a interdição do
local, muito procurado por turistas do ABCD e da Capital, três anos antes.
Alckmin fez uma cerimônia para a reabertura,
mas não cumpriu a palavra. O roteiro turístico será
novamente fechado. Os funcionários da Fundação
Energia, que cuida do local, já passam um abaixo-assinado contra o fechamento. A Emae (Empresa
Metropolitana de Águas e Energia), que é gerenciada
pelo governo do Estado, é responsável pela gestão
da antiga rodovia, a Estrada Velha, que durante anos
fazia a ligação de todo o Estado com o Litoral, principalmente com o porto de Santos. A Emae também
é responsável pela manutenção dos patrimônios históricos como a Calçada do Lorena, a primeira via pavimentada entre o Planalto de Piratininga e Santos,
construída ainda no século 18, no Brasil Colônia. Um
patrimônio como a Calçada do Lorena deveria ser
objeto de conservação permanente e de estudos arqueológicos em seu entorno para se pesquisar mais
sobre o passado do Brasil. No entanto a manutenção
não foi feita e a Calçada do Lorena, considerada a
mais importante obra de engenharia no Brasil naquela época, está aos poucos desaparecendo, soterrada
pela terra e pela Mata Atlântica.
A má conservação será responsável pelo novo
fechamento de um importante sítio arqueológico e
turístico, e mostra que as palavras do governador
não podem ser levadas a sério. Mostra a falta de
compromisso do governo tucano com o patrimônio
público, o que já ocorre com a educação e a segurança pública, e agora só é confirmado. A reportagem na
página 7 desta edição é mais uma prova da falta de
perspectiva de governo de Alckmin, mais interessado
em reforçar sua relação com o mercado, e não com
o interesse público.
Aqui tem
ABCD MAIOR
Correio elegante em
tempos de WhatsApp
Tiago Nogueira *
Junho em Santo André é dedicado à cultura popular, aos
aromas e sabores das quermesses, aos ritmos imigrantes de
outras regiões que contribuem
na contextualização da identidade local. Este mês, envolvemos a cidade em uma agenda
sanfoneira, ora expandida, ora
intimista, a qual espelha as estratégias e políticas assumidas
para abordar e gerenciar toda a
diversidade cultural e a atender
aos anseios da população.
Na construção da programação, valorizamos com igualdade
as identidades influenciadas pelas diferenças etárias, étnicas
ou religiosas, pelas desigualdades sociais e regionais, pelos
desenvolvimentos históricos singulares de cada pedaço de chão
dessa terra. Observamos o movimento das gerações, da tradição
e da inovação, dos que pautaram
www.abcdmaior.com.br
a infância em calendário festivo
cíclico da escola e da comunidade, e dos que são convidados a
cada segundo a novas experiências, por simples toques na tela
de tablets e celulares.
A tarefa de contagiar e animar a cidade com valores tradicionais em plena era da informação impõe desafios à gestão
cultural. Se nesses tempos de
multiculturalismo e instigantes
tecnologias, a diversidade somada à inovação é riqueza inconteste, atrair o olhar dos mais jovens
para a tradição demanda bem
mais que criatividade. Como um
correio elegante pode tocar corações em tempos de whats app?
Novas tecnologias oferecem
inéditas formas de produção,
circulação e recepção de conteúdo e destroem barreiras físicas
e econômicas, que blindavam o
acesso a determinadas culturas,
que agora se perpetuam no tempo e no espaço, seja na rede ou
na nuvem. Com o avanço da tecnologia da informação, a tradição
sai da condição de algo atrasado
e velho e é reconversada, revista e revigorada. Ou seja, novas
tecnologias redimensionam as
manifestações populares. Mobilizam novos públicos e modernizam a identidade popular.
O compartilhamento sistêmico de diversos conteúdos estreita a relação entre passado
e presente e impacta o relacionamento das pessoas com uma
cultura híbrida e renovada, alimentada por diversas manifestações, inclusive de releituras das
tradições populares.
Assim emerge um novo conhecimento, imprescindível para
a produção, circulação, consumo
e compreensão da cultura contemporânea.
* Tiago Nogueira é secretário de
Cultura de Santo André.
/abcdmaior
Expediente MP Editora Ltda | Endereço: Trav. Monteiro Lobato, 95, Centro, SBC | CEP 09721-140 | (11) 4930-7450
Padaria Boa Sorte
Rua Rio Grande do Sul 899, Sto. Antônio - SCS
Ver lista completa no www.abcdmaior.com.br
Diretor e Jornalista Responsável: Walter Venturini | Diretor Executivo: Silvio Berengani
Editores: Política: Júlio Gardesani, (11) 4930-7467, [email protected] |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, [email protected] Economia: Silvio Berengani, (11) 4930-7457, [email protected] | Cultura: Marina Bastos, (11) 4930-7462,
[email protected] | Esportes: Antonio Kurazumi, (11) 4930-7454, [email protected] | Fotografia: Amanda Perobelli, (11)
4930-7465, [email protected] | Projeto Gráfico: Ligia Minami | Diagramação e editoração: Evelyn Domingues | Tratamento de
imagem: Fabiano Ibidi | Comercial: Paulo Lima (11) 4930-7452 , [email protected] | Distribuição: Casa da Arte - [email protected]
abcdmaior.com.br (11) 4930-7474 Publicação trissemanal www.abcdmaior.com.br | Os artigos são de responsabilidade dos autores
e não expressam a opinião deste jornal.
Circulação em Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra
@ABCD_MAIOR
TIRAGEM 20 mil exemplares
certificação:
FONE 4193-5357
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
política
3
Encerrando a campanha salarial
A Câmara de Santo André vota nesta terça-feira
(09/06) projeto do Executivo que reajusta o salário dos
servidores em 8%, divididos em duas vezes. Também
haverá abono de R$ 700.
Vereador fura fila em hospital
de Diadema e cria confusão
Marcelo Meira tentou passar paciente na frente de outros munícipes e pode levar processo
rodrigo pinto
arquivo abcdmaior
Camilla Feltrin
[email protected]
Aliado do governo Lauro Michels (PV), o vereador Ronaldo
Meira (sem partido) é acusado
de tentar furar a fila de atendimento no Hospital Municipal,
localizado no Bairro de Piraporinha, e de supostamente
ofender verbalmente dois técnicos de enfermagem e uma
enfermeira em 30 de maio. A
denúncia parte do Sindema
(Sindicato dos Funcionários
Públicos de Diadema), que
apoiará possíveis ações judiciais
contra o parlamentar.
Os três servidores, duas mulheres e um homem, pretendem abrir BO (Boletim de
Ocorrência) nos próximos dias,
como afirma o sindicato. Nesta
semana, os trabalhadores devem decidir as estratégias jurídicas contra Meira.
“Já mandamos um ofício para
a Câmara repudiando a atitude
do vereador, mas as próximas
ações dependem dos funcionários”, afirmou o presidente
do Sindema, José Aparecido da
Silva, o Neno.
As ações jurídicas contra o ve-
Reinaldo Meira diz que é perseguido
Tumulto ocorreu no Hospital Municipal da cidade, quando vereador interferiu no trabalho dos profissionais da saúde
reador poderão se dar por danos
morais e também difamação.
“Além de agredir verbalmente estes três trabalhadores, o vereador
Reinaldo Meira também atacou
a classe dos servidores inteira”,
avaliou a diretora do Sindema,
Ana Maria da Silva Santos.
O parlamentar nega a versão
e alega ser vítima de perseguição. Meira afirma que acompanhava munícipe vítima de
um acidente de moto e intercedeu pela celeridade no atendimento. “Pedi para que ela
fosse atendida logo. Sou uma
pessoa humilde e calma; no
entanto, fui hostilizado”, con-
tou o parlamentar. Meira acredita ter sofrido retaliação por
ter votado a favor da ampliação da terceirização da Saúde
naquela mesma semana.
Prestes a ingressar no PPS, o
vereador alegou que não pretende procurar a Justiça, apesar de se considerar vítima da
situação. “Eu fui agredido verbalmente, mas não tenho pretensão de levar o caso adiante”,
alegou. A bancada petista da
Câmara chegou a cogitar um
pedido de apuração da conduta
do aliado de Michels em uma
comissão de ética, mas a ação
não foi efetivada.
Prefeitura de SBC prepara novas mudanças no secretariado
Depois de confirmada a mudança na secretaria municipal
de Educação – com a saída
de Cleuza Repulho, que será
substituída pelo vereador Paulo
Dias –, a Prefeitura de São Bernardo prepara novas mudanças
na equipe de governo. As alterações devem ser anunciadas
até o final do mês.
Uma das mudanças deve
ocorrer na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo. O comandante
da Pasta, Jefferson da Concei-
ção, deve deixar o cargo para
assumir nova função, desta vez
junto ao governo federal. Entre
os cotados para assumir a vaga
está o diretor titular da Ciesp
(Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de São Bernardo, Hitoshi Hyodo.
Jefferson está na Pasta desde o
primeiro mandato de Marinho,
em 2009; desde então buscou
alternativas para ampliar a arrecadação de investimentos para
a cidade e estímulo ao comércio, como a implementação da
Feira de Móveis da Jurubatuba,
que também reforçou o turismo no município.
andris bovo
Legislativo
Com a saída de Paulo Dias da
Câmara, o primeiro suplente do
PT e atual subprefeito do Grande Alvarenga, Matias Fiúza, assume a cadeira de vereador em
São Bernardo. Outras mudanças
na equipe de governo de Marinho serão oficializadas nas próximas semanas.
(Karen Marchetti)
Mudanças na equipe de governo de Marinho serão anunciadas até o fim do mês
4 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
política
Pacotão de projetos
Os vereadores de Mauá vão apreciar quatro projetos de autoria do
prefeito Donisete Braga (PT) na sessão da tarde desta terça-feira (09/06).
A aprovação das matérias é quase certa e inclui a estruturação da Hurbam
(Habitação Popular e Urbanização de Mauá).
Diretor de hospital acusa Regina
Maura de autorizar cirurgia plástica
Documento mostra que aliada do ex-prefeito Auricchio assinou guia para reconstrução mamária, mas paciente não teria câncer
rodrigo pinto
Gislayne Jacinto
reprodução
[email protected]
O diretor do Hospital Central
de São Caetano, Antonio José
Mônaco, que prestou depoimento na PF (Polícia Federal)
no último dia 25 de maio, também denunciou a realização de
24 cirurgias plásticas (aumento e
diminuição de mamas e lipoaspiração) supostamente ilegais, pagas
com o dinheiro público. Entre os
funcionários que teriam autorizado as operações estão a ex-diretora
de Saúde Regina Maura Zettone,
aliada do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PT) e candidata derrotada à Prefeitura em 2012.
“Regina assinou guias em que
constava a reconstrução mamária, mas as pacientes não tinham
câncer”, disse Mônaco. “Quem
pedia para o hospital fazer as cirurgias era a Regina Maura ou o
próprio Auricchio”, completou
o diretor do Hospital Central,
ao acrescentar que os 24 procedimentos teriam sido realizados
em 2001, 2003 e 2004 pelo
Hospital Central.
Apesar de o SUS (Sistema Único de Saúde) não cobrir cirurgia
plástica com objetivo estético,
Mônaco garante que as guias da
Prefeitura vinham com o pedido
de “reconstrução mamaria”.
O ABCD MAIOR teve acesso
Regina Maura foi candidata em 2012 à Prefeitura com apoio de Auricchio
às guias da Prefeitura e uma delas
estava assinada por Regina Maura
(veja fac-símile ao lado), datada de
agosto de 2004. A Prefeitura chegou a abrir sindicância na gestão
de Auricchio para o fato, após a
Polícia Civil abrir inquérito.
Além de moradoras que teriam
sido encaminhadas supostamente com irregularidades, também
funcionárias da Prefeitura teriam
se beneficiado. Entre elas está
S.R.M.F, que, em 2003, traba-
lhava no Conselho Tutelar. A
servidora teria feito mamoplastia
e lipoaspiração. O hospital tem
notas que comprovam a compra
da prótese de silicone.
O “benefício estético” aos
amigos faria parte da suposta
extorsão que o ex-prefeito teria
praticado. De acordo com o diretor do hospital, em depoimento à PF, Auricchio teria recebido
uma “comissão” de 10% a 20%
sobre o faturamento total do
Documento mostra guia assinada por Regina solicitando reconstrução mamária
convênio firmado entre a Prefeitura e o hospital, que vigorou
entre 1998 e 2005, para realização de exames e internações.
Em nota, Regina afirma que o
tema já foi “ amplamente discuti-
do e avaliado por todos os órgãos
de interesse”, apesar da nova investigação da Polícia Federal. De
acordo com a ex-candidata, não
houve “consistência nem qualquer tipo de ilícito envolvido.”
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
Em defesa da billings
Na próxima semana, a Frente Parlamentar em Defesa da Billings,
coordenada pelos deputados petistas Ana do Carmo, Teonilio Barba, Luiz
Fernando Teixeira e Luiz Turco, promove audiência pública em São Bernardo
para cobrar a Sabesp sobre investimentos em água e esgoto na Região.
5
Luiz Fernando presta contas
O deputado estadual Luiz Fernando (PT) realiza
nesta terça-feira (09/06) coletiva de imprensa para
apresentar balanço dos 85 dias de trabalho na
Assembleia Legislativa.
S. Bernardo quer aprovação
de verba para Jogos Regionais
Evento será realizado entre dia 15 e 25 de julho, mas verba ainda não foi acatado pela Câmara
rodrigo pinto
Karen Marchetti
[email protected]
A Prefeitura de São Bernardo
tem de correr contra o tempo
para garantir a aprovação da Câmara, nesta quarta-feira (10/06),
do projeto de lei que prevê abertura de credito de R$ 2,78 milhões. Isso porque parte da verba
(R$ 400 mil) serve para que o
município seja sede dos 59º Jogos Regionais, dinheiro repassado
pelo governo do Estado de São
Paulo, responsável pelo evento.
No entanto, o repasse precisa ser
aprovado rapidamente, já que o
evento será realizado já nos próximos dias, entre 15 e 25 julho.
Após a aprovação da lei, a Secretaria de Esportes e Lazer terá
um mês para fazer as licitações
necessárias para organizar o
evento esportivo. Inicialmente,
São Bernardo não iria receber o
evento, mas a cidade de Mauá,
previamente escolhida, desistiu
de realizar a competição.
“O evento acontecerá em julho e é preciso fazer as licitações
o quanto antes. À cidade não terá
custo algum. Toda a verba será
do governo do Estado; porém, é
preciso fazer a dotação no orçamento”, explicou o secretário de
Esportes, José Alexandre Devesa.
Além do recurso para os Jogos
Regionais, o projeto de lei redireciona outros R$ 2,3 milhões
para diversas áreas, como, por
exemplo, manutenção do Hospital de Clínicas e obras de urbanização e habitação, além da
desapropriação de área para implantação do Centro Municipal
de Canoagem, que será construído por meio de parceria com o
governo federal.
Centro de Atletismo receberá profissionais da Região Metropolitana e da Baixada
6 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
cidades
Cantareira precisa de 90 bilhões de litros de água
Para ultrapassar as cotas do volume morto e voltar ao índice positivo, o
Sistema Cantareira, que abastece mais de 5 milhões de pessoas na Grande
São Paulo, ainda precisa acumular 89,1 bilhões de litros de água. O sistema
tem mantido 20% de seu nível nos últimos dias.
Restauro resgata construções
inglesas na Vila de Paranapiacaba
Quatro pontos da vila histórica passam por restauração desde maio deste ano com R$ 41 milhões vindos do governo federal
Jessica Marques
[email protected]
Quem circula pela vila de Paranapiacaba, em Santo André,
percebe a herança deixada por
ingleses no século 19. Os itens
históricos da Parte Baixa que contam esse passado estão sendo restaurados desde o final de maio. As
casas que abrigavam engenheiros
e ferroviários estão no pacote de
obras realizadas com aporte de R$
41 milhões do governo federal.
A verba foi destinada exclusivamente ao restauro de locais
que compõem a paisagem da
vila. O investimento foi realizado por meio do PAC (Plano
de Aceleração do Crescimento)
Cidades Históricas. Conforme a Prefeitura, as propostas
de restauro foram enviadas aos
técnicos do Iphan (Instituto do
Patrimônio Histórico e Artístico
Nacional) em fevereiro e as obras
começaram em maio.
Os trabalhadores já colocaram
a mão na massa em cinco locais
da vila. A biblioteca, a garagem
das locomotivas, os galpões das
oficinas de manutenção, o almoxarifado da antiga ferrovia e uma
reconstrução do tradicional Bar
da Zilda. O local será transferido para uma casa de madeira, no
mesmo endereço, e a construção
atual, de alvenaria, será demolida.
rodrigo pinto
A previsão de entrega é para o início de 2016.
Já a biblioteca está em fase
mais avançada de restauro. Teve
a fachada alterada para ficar de
acordo com o projeto original e
também recebeu pintura nova.
O local foi moradia de um engenheiro da São Paulo Railway, mas
em 2005 pegou fogo.
Após o ocorrido, a casa foi
reconstruída. “O restauro agora está sendo feito com base na
construção original, feita pelos ingleses”, disse o arquiteto
Sidnei de Oliveira Ramos, que
acompanha o projeto.
TURISMO
Para os turistas que chegam à
vila por meio do Expresso Turístico, trem que funciona apenas
aos finais de semana, a mudança
será perceptível. O local que hoje
serve apenas para manobra das
locomotivas dará lugar à estação
ferroviária, que receberá passageiros novamente.
O trabalho de restauro no local
será minucioso, pois é possível observar que a estrutura de ferro está
danificada e as telhas que protegeriam os passageiros encontram-se
em mau estado. Sidnei considera
essa reforma um desafio, que será
cumprido. “Vai ser preciso tentar
recuperar as peças originais. Substituição, só em caso extremo.”
O tradicional Bar da Zilda será transferido para uma casa de madeira e a construção atual, de alvenaria, será demolida
Reforma vai contemplar 242 casas
Além das obras em andamento,
está previsto que 242 casas serão
restauradas. O pacote contemplará também a sede antiga da Sociedade Recreativa Lyra da Serra,
uma casa na região do Hospital
Velho e o campo de futebol, o
primeiro do Brasil, fundado em
1903 pelo Serrano Athletic Club.
As casas receberão novas cores.
De acordo com o secretário de
Gestão de Recursos Naturais de
Paranapiacaba e Parque Andreense, Ricardo Di Giorgio, as famílias ficarão em casas hoje vazias na
própria vila durante esse período.
As alterações serão feitas por
lotes, 50 casas por vez. “Os anexos irregulares, famosos puxadinhos, serão removidos, assim
como tudo o que descaracterizou
o lugar”, disse o secretário. Já o
campo de futebol vai receber um
novo gramado natural, vestiários
e arquibancadas.
O prazo estimado por Di Giorgio para que tudo esteja finalizado
é de dois a três anos. Mas algumas
obras já poderão ser entregues no
primeiro semestre de 2016.
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
UFABC DEBATE FUTURO DO MERCOSUL
A UFABC promove nesta terça-feira (09/06), às 14h, o debate O
Futuro do Mercosul no campus São Bernardo (rua São Paulo), com
o alto representante do Mercosul, Dr. Rosinha, e o secretário-geral
da Presidência da República, ministro MIguel Rossetto.
7
Policlínica em São Bernardo
O prédio que abrigava o Centro Regional de
Especialidades do Alvarenga está sendo reformado
para a implantação da Policlínica do Alvarenga, cuja
entrega está prevista para o segundo semestre.
Estado fecha mais uma vez
a Estrada Velha de Santos
Principal roteiro histórico, Calçada do Lorena está interditada e sem previsão de recuperação
Renan Fonseca
[email protected]
Dois patrimônios históricos
estão sendo destruídos na Serra
do Mar pelo descaso do governador Geraldo Alckmin (PSDB): a
Calçada do Lorena, maior obra
da engenharia nacional do século
18, e a Estrada Velha de Santos.
Pela segunda vez, Alckmin decide encerrar as visitas na Estrada
Velha de Santos. O local, repleto
de patrimônios históricos que remontam à formação de São Paulo
como estado, ficou mais de três
anos abandonado e retomou em
2014 as atividades. Desde o início
do ano o governo estadual deixa
de lado a preservação do local.
A Calçada do Lorena, primeira
ligação pavimentada entre ABCD
e Litoral, está interditada. A pavimentação cedeu por conta da
falta de manutenção de encostas.
Somente um trecho de 10 metros
está aberto ao público. A estrada
será fechada no próximo dia 25.
A Estrada Velha deixou de receber visitantes em 2010, quando deslizamento de barrancos interditaram a passagem. Após três
anos, em um evento pré-campanha eleitoral, Alckmin veio a São
Bernardo anunciar a reabertura
do espaço turístico “em caráter
definitivo”, como disse na época.
ABAIXO-ASSINADO
Foram gastos R$ 1,3 milhão
para restruturar a rodovia e os
monumentos. Passado pouco
mais de um ano, a estrada será
novamente fechada. Funcionários
da Fundação Energia, mantida
pelo governo para administrar as
visitas, estão fazendo um abaixo-assinado contra o fechamento.
A gestora da antiga rodovia
é a Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), que
também é gerenciada pelo governo do Estado. Além da conservação da estrada, a empresa
renan fonseca
é responsável pela manutenção
dos patrimônios históricos. São
cinco construções feitas em
1922, para a comemoração do
centenário da Independência.
Muitas pessoas acreditam que as
famosas casas de pedra já abrigaram os regentes Dom Pedro 1º e
Dom Pedro 2º, além de Domitila de Castro Canto e Melo, a
Marquesa de Santos.
MONUMENTOS RACHADOS
A reportagem acompanhou
uma das últimas visitas antes do
encerramento. A pavimentação
das famosas curvas da estrada de
Santos está em boas condições.
Já os monumentos apresentam
rachaduras pelas paredes, azulejos antigos quebrados e apenas
um deles possui água para os
visitantes: o Pouso de Paranapiacaba.
A Calçada do Lorena, primeira
trilha pavimentada a ligar Santos a São Paulo, e que por isso
permitiu a construção da rodovia moderna, está deteriorada.
O calçamento feito com pedras
ovaladas e por onde passavam
tropeiros, parte da realeza portuguesa e cenário da decisão de
Dom Pedro 1º pela Independência, foi tomado por encostas que
cederam. A passagem só é permitida em um pequeno trecho, já
no fim da visita.
A Emae informou que vai
transferir a gerência do turismo
para a Fundação Florestal. “Assim, durante esse período, serão
atendidos apenas os visitantes
já agendados, ficando os novos
agendamentos temporariamente
interrompidos”.
Sobre a Calçada do Lorena,
a empresa informou no fim
da tarde desta segunda-feira
(08/06) que a responsabilidade
é do DER (Departamento de
Estrada e Rodagem), que, pelo
horário, não pôde se pronunciar
sobre o assunto.
Estrada Velha de Santos, com lona plástica onde houve deslizamento, volta a ser fechada a partir do próximo dia 25
Só o turismo pode garantir preservação
O secretário de Gestão Ambiental de São Bernardo, João
Ricardo Guimarães Caetano,
explicou que a Administração
municipal oferece parceria há
mais de dois anos para manter
o turismo na Estrada Velha de
Santos. O secretário lembrou
inclusive que a reabertura em
2014 aconteceu após diversas
reuniões entre o prefeito Luiz
Marinho (PT) e o governador
Geraldo Alckmin (PSDB).
“Nas últimas semanas temos
conversado com o governo do
Estado, que nos garantiu que o
fechamento não será definitivo”,
explicou Caetano. “A Prefeitura
quer participar da gestão da Estrada, por isso, estamos sempre
à disposição do governo”, reforçou o secretário, que visita constantemente o roteiro turístico.
“Os monumentos precisam sim
de restauro e mais cuidado. Por
isso, os visitantes são importantes para manter a demanda por
manutenção”, salientou.
HISTÓRIA
O escritor e historiador Paulo
Rezzuti, autor da última biografia da Marquesa de Santos, reforça a ideia do turismo na Estrada
de Santos. “Todo o complexo
conta uma história inclusive das
técnicas de se vencer a “Muralha”
da Serra do Mar”, disse.
Já a Calçada do Lorena foi
criada em 1790, pelo também
governador da Capitania de
São Paulo, Bernardo José Maria
de Lorena.
8 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
cidades
Câmera monitora piscinão em Santo André
O Semasa disponibiliza, desde esta segunda-feira (08/06), uma nova
câmera de monitoramento ao vivo em seu site. O equipamento, na avenida
dos Estados, na altura da Craisa, vai permitir verificar o funcionamento do
Piscinão Santa Terezinha e acompanhar o nível do rio Tamanduateí.
Usuários de trem desconhecem
as linhas intermunicipais de ônibus
Ônibus velhos, demora nos pontos e tarifa cara para o serviço estão entre empecilhos para transporte não ter preferência popular
Claudia Mayara
[email protected]
“A que horas o trem volta a funcionar?”. Essa era a pergunta mais
repetida nas estações de trem do
ABCD na última quarta-feira
(03/06), quando os ferroviários
entraram em greve, o que pode
ocorrer novamente nesta semana.
Sem trem, muitas pessoas não faziam ideia de como chegar ao trabalho, faculdade ou outro compromisso. Apesar de mais rápido
e barato, o trem não é a única opção de transporte intermunicipal.
A Região conta com 116 linhas
de ônibus que interligam os sete
municípios e várias regiões da Capital. No entanto, muitos desconhecem essas opções.
O estagiário Cauê Lima, 21
anos, é um deles. O estudante
mora em Santo André e faz faculdade na Mooca. “Não tenho segurança de ir para a faculdade de
ônibus, pois não é um caminho
que faço, então não sei ir”, explicou. No dia da greve, Lima não
perdeu aula porque os trens voltaram a funcionar parcialmente no
final daquela tarde.
Sem trem, a diarista Carmen
Lúcia, 50 anos, também não sabia como fazer para sair de Santo André e chegar ao Tatuapé.
“Sempre vou de trem. Não sei
se há ônibus para lá e se tem não
sei qual é”, disse a moradora do
Bairro João Ramalho.
NOVA GREVE?
O risco de nova greve dos trens
não está descartado. Nesta quinta-feira (11/06) uma nova reunião
deve acontecer entre o Sindicato
dos Ferroviários e representantes
da CPTM (Companhia Paulista
de Trens Metropolitanos) com
intermediação do TRT (Tribunal
Regional do Trabalho). Dependendo do resultado do encontro,
outra paralisação pode acontecer
nesta sexta-feira (12/06).
Das 116 linhas intermunicipais
que cortam o ABCD, as mais
conhecidas são as do corredor de
trólebus. Mas os demais ônibus
intermunicipais possuem uma
variedade de destinos. Dezenove
deles, que passam por todos os
sete municípios, seguem para o
Terminal Sacomã, onde há ligação com várias linhas municipais
e intermunicipais que cortam a
Capital, além de ter uma interligação com a estação Sacomã da
linha 2 - Verde do Metrô.
Há opções ainda que seguem
para o Terminal Jabaquara, onde
não apenas passa a linha 1- Azul
do Metrô, como também outras
linhas de ônibus e até mesmo vans
e ônibus para a Baixada Santista.
Outras linhas intermunicipais seguem para a linha 3- Vermelha do
Metrô ou para outros pontos das
linhas 1 e 2 (Azul e Verde). Como
é o caso dos ônibus que vão para
a estação Tamanduateí. Também
há os que seguem para o Terminal Rodoviário Tietê, que atende
cerca de 300 linhas, além do aeroporto de Congonhas.
As tarifas variam. A mais barata custa R$ 2,80 e há três opções:
Diadema (Centro) para Guacuri
(SP); Rio Grande da Serra (Sítio
Maria Joana) – Ribeirão Pires
(Terminal Rodoviário); e Santo
André (Terminal Leste) – São
Paulo (Fábrica Trol). A mais cara
custa R$ 8,25 e faz o itinerário
Mauá (Jardim Zaíra) – Diadema
(Centro).
No site (http://www.emtu.
sp.gov.br/EMTU/home.fss) da
EMTU (Empresa Metropolitana
de Transportes Urbanos) é possível acessar todos os valores, linhas
e itinerários dos ônibus intermunicipais que cortam o ABCD.
fotos: andris bovo
Usuários do transporte coletivo preferem o trem em vez do ônibus intermunicipal e ficam perdidos quando ferroviários param
Taís Araújo considera ônibus ruins: “Parecem carroças”
Para Valdivino Santos, intermunicipais não suprem demanda
Passageiros reclamam da má qualidade e da tarifa
Na avaliação de quem usa e
conhece as linhas intermunicipais que cortam o ABCD, com
a exceção dos trólebus, o desconhecimento dos ônibus ocorre
devido à precariedade dos veículos, das tarifas caras e longos
intervalos entre um ônibus e
outro. “Os ônibus são ruins, velhos, parecem carroças, e tem alguns que passam apenas de hora
em hora. O trem é bem mais
rápido e barato”, afirmou a estudante Taís Araújo dos Santos,
que mora em Mauá e trabalha
em São Bernardo.
Para o auxiliar Valdivino Ferreira Santos, 54 anos, que mora
em Santo André e trabalha em
Mauá, faltam opções, pois os
intermunicipais não supririam
a demanda, se a população deixasse de pegar o trem. Para ele,
prova disso aconteceu no dia
da greve da última quarta-feira
(03/06). “Vi muita gente nos
pontos e os ônibus passando
direto”, disse. A passagem do
trem custa R$ 3,50, mas há
planos de fidelidade, como o
de 50 viagens, em que o bilhete
sai a R$ 2,98.
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
economia
9
GM lidera queda e Ford, alta
Entre as montadoras mais populares do País, a GM foi
a que sofreu a maior retração nos seus licenciamentos
de automóveis em maio, com queda de 14,2% ante
abril. Na contramão, a Ford cresceu 0,8%.
Montadoras também querem
plano para proteger emprego
Para presidente da Anfavea, Luiz Moan, projeto vai evitar demissões com queda nas vendas
Guilherme Yoshida
[email protected]
Mesmo com algumas alternativas já colocadas em prática
para tentar adequar os altos estoques de veículos com a baixa
demanda do mercado no Brasil
atualmente, como lay offs (suspensões temporárias de contratos de trabalho), férias coletivas e
licenças remuneradas, as montadoras também esperam que seja
aprovado o Programa de Proteção ao Emprego para evitar que
as demissões no setor continuem
neste ano.
Há três anos, o Sindicato dos
Metalúrgicos do ABC propõe
ao governo federal este programa
inspirado no sistema adotado pelos trabalhadores alemães em momentos de dificuldades da indústria. O projeto prevê a redução da
jornada de trabalho com respectiva redução salarial e a criação de
um fundo destinado a auxiliar na
complementação do pagamento
de salários no período.
Para a Anfavea (Associação
Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), entidade
que representa as montadoras,
o programa contribuiria para as
empresas manterem o nível de
emprego mesmo com cortes na
produção nos últimos meses.
De acordo com levantamento
divulgado pela associação nesta
segunda-feira (08/06), o setor
eliminou 1.400 vagas em maio
e reduziu para 138,2 mil o contingente de trabalhadores, queda
de 1% em relação a abril. Na
comparação com o quinto mês
do ano passado, a redução foi
de 9%. Com esses cortes, o setor
automotivo já demitiu 6,3 mil
empregados em 2015.
“A nossa produção de veículos
está equiparada aos anos de 2006
e 2007, enquanto os níveis de
emprego estão nos patamares de
2010 e 2011. Com isso, temos
um excedente de empregos. Atualmente, são 25 mil funcionários
das montadoras que estão em lay
offs, férias coletivas, ou licenças.
Isso mostra claramente a nossa
intenção de evitar as demissões”,
respondeu Luiz Moan Yabiku
Junior, presidente da Anfavea.
Mesmo com a diminuição de
3,4% na produção de veículos em
maio ante abril (caiu de 217.552
unidades para 210.086), o executivo prevê “ajustes” na produção nos próximos meses.
“Por isso, somos muito favoráveis ao Programa. Há muitas
vantagens, como o fato de as
montadoras poderem adotar a
medida somente em setores específicos de produção, em algumas linhas de montagens, por
exemplo, e não na empresa inteira. Além disso, no Programa de
Proteção ao Emprego as empresas continuarão pagando parte
dos encargos sociais, o que não
acontece quando adere-se a um
lay off. Isso, inclusive, contribuirá com o ajuste fiscal do governo”, completou Luiz Moan.
MERCADO
As vendas de de veículos novos
no Brasil caíram 3% no mês de
maio em relação a abril, segundo
pesquisa divulgada pela Anfavea.
No período, foram comercializados 212.696 veículos (somando
carros de passeio, utilitários leves,
caminhões e ônibus), quantidade abaixo dos 219.351 licenciados nos 30 dias anteriores.
Já a retração comparada ao
mesmo mês de 2014 chegou a
27,5%, enquanto no acumulado
do ano (intervalo entre janeiro e
maio) a diminuição está em 21%.
O produção de caminhões foi
3,9% maior e chegou 6.016 unidades em maio sobre abril. Sobre
maio do ano passado a queda é
52,7% Já a produção de ônibus
caiu de 1.560 para 1.451, queda
de 7% entre abril e maio.
andris bovo
Na praça que leva o nome de Trabalhadores na Mercedes, o acampamento ressurge como ação para reverter demissões
Acompamento protesta contra demissões
Os trabalhadores na Mercedes-Benz remontaram acampamento na manhã desta segunda-feira (08/06) na praça em
frente à fábrica. A ação mobiliza
cerca de 300 funcionários, que
permanecem com o objetivo de
reverter demissões. “Todas as
ações nas duas últimas semanas
são para levar informação para
a população e chamar a atenção
da empresa para rever a medida
e negociar outras alternativas
que não sejam as demissões”,
afirmou Angelo Pinho, o Max,
diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.
Ao todo são 12 barracas
montadas na praça, chamada
de Trabalhadores da Mercedes,
no cruzamento entre a avenida
Lions e o Corredor ABD. Este
é o segundo acampamento realizado dos trabalhadores após
a empresa anunciar a demissão
de 500 dos 750 funcionários afastados em regime de lay-off, desde
o ano passado. “Em maio, a ação
resultou na negociação com a fábrica e, além de reverter as demissões, a empresa estendeu o lay-off
até dia 15 de junho, mas o acordo
foi quebrado e nós estamos aqui
novamente”, disse Max.
A montadora informa que a
decisão é para ajustar a produção
frente às dificuldades de venda do
setor.
A luta continua
Para os trabalhadores, a expectativa é da empresa ouvir a reivindicação. O montador Hugo
Rodrigues, 30 anos, que atua na
empresa há 11, acredita na força
do movimento. “Não quero chegar ao ponto das contas acumularem em casa, o meu emprego é
fundamental e não vou abrir mão
dele com facilidade”, relatou.
Com a notícia da demissão
no último mês, a operadora
de máquina, Genusia Ferreira
de Araújo, 43 anos, começou
a adquirir problemas de saúde.
“Estou tomando medicamentos para conter excesso de nervosismo, gastrite e princípio de
depressão. Meu trabalho é minha única fonte de renda, moro
sozinha e não tenho outras pessoas para recorrer em momentos difíceis e, por isso, continuo
nessa luta”, disse a trabalhadora
há 10 anos na montadora.
A inspetora de qualidade,
Lucimara Venturino, 41 anos,
teme a dificuldade de encontrar outro trabalho por conta
da idade. “Quando a gente é
mais nova, as oportunidades
são mais fáceis, mas na minha
situação, com filho pequeno,
não é toda a empresa que aceita”, afirmou. (Iara Voros)
10 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
nacional/internacional
Pacote vai garantir retomada
da economia, diz ministro
Novo plano anunciado pelo governo inclui concessões em aeroportos, rodovias e ferrovias em todo o País
Tânia Regô/ABr
Agência Brasil
[email protected]
O governo federal espera que o
novo plano de concessões em infraestrutura, que será lançado nesta terça-feira (09/06), garanta a
retomada do crescimento da economia do país. De acordo com
o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva,
o pacote incluirá concessões “em
toda a área de logística”, como aeroportos, rodovias e ferrovias.
Silva não adiantou os valores
do novo pacote de licitações para
o setor privado, mas disse que o
anúncio “será o maior plano de
investimentos em logística da história do País”. Entre as concessões
que serão anunciadas estão os aeroportos de Porto Alegre, Salvador e Florianópolis.
“O governo construiu uma
proposta que vai viabilizar todo
o plano de investimentos, respeitando a especificidade de cada
setor, de cada característica de
infraestrutura do nosso país”,
disse o ministro após a reunião
de coordenação política entre
a presidente Dilma Rousseff, o
vice-presidente Michel Temer,
13 ministros e líderes do governo
no Congresso Nacional. “É um
plano de impacto que garante a
retomada da nossa economia de
forma sustentável”, acrescentou.
A ideia, conforme Silva, é que
De acordo com ministro, pacote do governo federal inclui investimentos em aeroportos, rodovias e ferrovias em todo o País
o novo plano de concessões em
logística comece a ser executado
em seguida, respeitando prazos e
trâmites legais de licitações.
“Toda vez que você tem investimentos de retorno de médio e
longo prazo, você faz uma injeção
importante na economia. Junto
com o Plano Safra e os demais
anúncios, são investimentos que
vão garantir o crescimento da
nossa economia e, o que é mais
importante, crescimento sustentável”, repetiu.
Ainda este mês, Dilma deve
anunciar o Plano Safra da Agricultura Familiar e o novo plano
de exportações. A terceira etapa
do Programa Minha Casa, Minha Vida também vem sendo
anunciada pela presidente para
os próximos meses. No segun-
do semestre, conforme Silva, o
governo também deve anunciar planos de investimento em
energia e a ampliação do programa de banda larga.
“Todos os investimentos estão
protegidos. Evidente que o governo está adequando a sua nova realidade ao ajuste fiscal, mas todos
os investimentos estratégicos para
o país estão protegidos”, disse.
Feriado
teve menos
mortes nas
estradas
A Polícia Rodoviária Federal registrou queda de 25% no
índice de mortes nas rodovias
federais durante o feriado de
Corpus Christi na comparação
com mesmo período do ano
passado. O número de feridos
caiu 3%. A taxa de acidentes
diminuiu 13%, na mesma base
de comparação.
Conforme os números preliminares, de quarta (03/06) a
domingo (07/06), houve 1.937
acidentes, com 1.367 feridos
e 102 mortes. No feriado de
2014, foram registrados 2.093
acidentes, com 1.336 feridos e
129 mortos nas rodovias.
Mais de 65,6 mil pessoas
passaram pelo teste do bafômetro. Deste total, pouco mais de
mil motoristas foram flagrados
dirigindo após ingerir bebida
alcoólica e 234 foram autuados, presos e encaminhados à
delegacia. Nos cinco dias de
operação, policiais rodoviários
federais fiscalizaram 218.391
veículos e 217.807 pessoas.
O estado que registrou o
maior número de mortes foi
Minas Gerais, com 18 óbitos,
seguido do Paraná, com 12
mortes. O Paraná liderou em
número de acidentes (236). Os
estados de Mato Grosso e Mato
Grosso do Sul, da Paraíba, do
Amazonas e de Roraima não tiveram acidentes com mortes.
(Agência Brasil)
Sisu abre inscrições para 55 mil vagas no ensino superior
As inscrições no Sisu (Sistema
de Seleção Unificada) já estão
abertas desde a segunda-feira
(08/06). Os interessados podem
consultar as vagas disponíveis
no site do sistema. Esta edição
vai oferecer 55.576 vagas em 72
instituições públicas.
Para participar do Sisu, o
candidato precisa ter feito o
Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2014 e não ter
zerado a redação. As inscrições
estarão abertas até quarta-feira
(10/06).
Na hora da inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas
opções entre as vagas ofertadas
pelas instituições participantes
do Sisu. Também deve definir
se deseja concorrer às vagas de
ampla concorrência àquelas reservadas como previsto na Lei
de Cotas.
As cotas são para estudantes
que cursaram integralmente o
ensino médio em escolas públicas. Nesta edição do Sisu, pelo
menos 37,5% das vagas serão
para cotistas.
Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu
calcula a nota de corte, que é a
menor nota para ficar entre os
potencialmente selecionados
para cada curso, com base no
número de vagas disponíveis
e no total de inscritos naquele
curso, por modalidade de concorrência. A nota é apenas uma
referência, não se trata de garantia de que o estudante será selecionado. Até o final do período
de inscrição, o candidato pode
mudar de opção de curso.
Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos
diferenciados para as provas do
Enem 2014. A nova nota será
calculada automaticamente e
informada ao candidato que se
inscrever em um dos cursos.
O resultado será divulgado
no dia 15 de junho em uma
única chamada, e a matrícula
deverá ser feita na instituição
de ensino nos dias 19, 22 e
23 de junho. Quem não conseguiu uma vaga na chamada
regular pode participar da lista
de espera se inscrevendo na página do Sisu, na internet, entre
os dias 15 e 26 de junho.
(Agência Brasil)
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
atletas pedem saída de marco polo
Em meio às denúncias de corrupção na Fifa e na CBF (Confederação
Brasileira de Futebol), jogadores, técnicos e ex-atletas de futebol
que integram o Bom Senso F.C. pediram nesta segunda (08/06)
a renúncia do presidente do órgão brasileiro, Marco Polo Del Nero.
11
PRI vence eleições no México
O PRI (Partido Revolucionário Institucional), do
presidente Enrique Peña Nieto, venceu as eleições
realizadas neste domingo (07/06) no México. Pleito
terminou com um saldo de 16 candidatos assassinados.
Manobra de Cunha foi
inconstitucional, dizem juristas
Manifesto público argumenta que votação de financiamento empresarial no Congresso foi ilegal
Gustavo Lima/Câmara dos Deputados
Rede Brasil Atual
[email protected]
Cerca de 200 juristas pretendem entregar na quarta-feira
(10/06) à ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Rosa
Weber manifesto público contra
a aprovação da emenda que constitucionaliza as doações de campanhas eleitorais por empresas a
partidos políticos – ela é a relatora
do mandado de segurança que
pede a suspensão da tramitação
da matéria, impetrado por 61 deputados de seis partidos. A PEC
foi aprovada em primeiro turno
na Câmara dos Deputados na
semana passada, após manobra
do presidente da Casa, Eduardo
Cunha (PMDB).
O documento tem pareceres
de juristas como Fábio Konder
Comparato, Dalmo Dallari e
Celso Bandeira de Mello, e também é assinado pelo atual presidente, alguns ex-presidentes e
de conselheiros da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil),
além de professores de Direito
de 23 estados.
Juristas argumentam que manobra do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), para votar financiamento empresarial de campanha foi inconstitucional
O manifesto afirma que houve
inconstitucionalidade no procedimento que resultou na aprovação
da PEC (Proposta de Emenda à
Constituição) 182/2007. “Não
se pode rasgar a Constituição
para atender à vontade de uma
pessoa, sob risco de se instalar
uma anarquia jurídica”, disse o
ex-presidente da OAB Marcello
Lavenère Machado ao jornal O
Estado de S.Paulo. De acordo com
ele, os juristas se somam aos que
defendem a suspensão imediata
da tramitação da PEC e impedir
sua votação em segundo turno.
A PEC foi aprovada em primeiro turno pela Câmara, em
27 de maio, com praticamente
o mesmo conteúdo de uma matéria rejeitada na véspera pelo
plenário. Tanto os deputados
que subscrevem o mandado
quanto os juristas que assinam
o manifesto argumentam que a
manobra de Cunha de colocar
pela segunda vez em votação
uma emenda rejeitada na véspera fere o artigo 60 da Constituição, que proíbe que uma
matéria seja votada duas vezes
no mesmo ano.
12 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
cultura
agenda
13
Elvis in Concert em Diadema
O show Elvis in Concert, no qual o cover Ronnie Packer interpreta o
rei do rock Elvis Presley, acontecerá no sábado (13/06), às 20h30, no
Teatro Clara Nunes (rua Graciosa,300, Centro de Diadema). Informações:
4056-3366 ou www.elvisinconcert.com.br.
Professores do Viva Arte Viva
clamam por reconhecimento
Arte-educadores têm salários atrasados desde o início do ano; Prefeitura de S. Caetano alega legalidade
rodrigo pinto
Rafael Revadam
[email protected]
São Caetano
Música
A cantora Maria Gadú fará um
show em S. Caetano nesta sexta-feira (12/06), às 21h. A apresentação, que tem o apoio da
Secretaria de Cultura da Prefeitura,
será no Teatro Paulo Machado de
Carvalho (alameda Conde de Porto Alegre, 840, Santa Maria). O repertório que Gadú mostrará é o de
seu terceiro álbum recém-lançado,
Guelã. Ingressos de R$ 60 até R$
120. Informações: 4232-1237.
Santo André
Palestra
Para tratar da importância do jornal, no sábado (13/06), das 14h
às 17h, a Fundação Santo André
(av. Príncipe de Gales, 821, Vl. Príncipe de Gales) promove o curso
gratuito O que é o jornal?, coordenado pelo prof. Dr. Juarez Donizete Ambires e ministrado pelo
jornalista e prof. Daniel Theodoro e
Silva. A aula acontecerá no auditório da FAFIL. Serão abordados os
processos que compõem o jornal,
desde a escolha de pautas até a
distribuição, discorrendo sobre sua
evolução e importância para a sociedade. Indicado a qualquer interessado e a inscrição deve ser feita
presencialmente no dia da aula.
Informações: 4979-3000.
Terças Musicais
O quinteto Tarumã se apresentaá
nesta terça-feira (09/06), às 20h,
dentro da programação das Terças
Musicais. Com entrada gratuita, a
apresentação mesclará músicas
do CD mais recente do grupo, Palavriá. O ponto em comum entre os
músicos é a utilização da voz, em
canções que percorrem as mais
diferentes manifestações culturais
do País. No saguão do Teatro Municipal (praça 4º Centenário, s/n,
Centro). Informações: 4433-0789.
A manifestação começou nas
redes sociais. Nesta segunda-feira (08/06), profissionais do
programa Viva Arte Viva compartilharam uma imagem reclamando da falta de pagamentos.
De acordo com a publicação,
os arte-educadores estão há 110
dias trabalhando e aguardando
a verba prometida pela Prefeitura de São Caetano. São praticamente quatro meses de trabalho
de graça. E como trazer a riqueza
da cultura para crianças e adolescentes se ela nem é reconhecida
pelo próprio município?
“Nós começamos a trabalhar
no projeto desde 19 de fevereiro”,
revelou um funcionário que preferiu não se identificar. “Porque
nós cuidamos de tudo: inscrições, documentação, divulgação
nas escolas da cidade. E nos foi
avisado que sofreríamos um atraso, mas isso passou dos limites.
Vamos entrar de férias em julho
e ainda não recebemos.” Mesmo sem os salários, o coletivo de
educadores não interrompeu em
nenhum momento as atividades
do programa. “O problema está
na Secretaria da Fazenda. Porque
eles estão com a verba e não liberam. Nós já enviamos tudo o que
é necessário pra lá e nada.”
Criado em 2000 e administrado
inicialmente pela Associação de
Pais, Alunos e Professores da Fundação das Artes, o Viva Arte Viva
teve sua estruturação modificada
em 2014. Como decisão do governo federal, a ação passou a ser
realizada pela Secult (Secretaria de
Cultura). Com isso, os funcionários envolvidos nos anos anteriores
foram desligados e a contratação
passou a ser realizada anualmente
por meio de edital. Uma ação justificada para trazer transparência,
mas que não atende esta questão
na prática, como afirma o corpo
docente: “Ninguém dá explicações, dizem que é a burocracia. O
que chega a nós é o que a Secult diz.”
Criado em 2000, o projeto Viva Arte Viva era administrado pela Associação de Pais, Alunos e Professores da Fundação das Artes
Receber três meses depois está no edital
De acordo com o coordenador geral do Viva Arte Viva,
Daniel Éboli, o pagamento dos
profissionais está dentro do prazo estipulado. “Tem um item
no edital, o artigo nº 12, que é
sobre a remuneração dos arte-educadores. Ele estipula que
o pagamento será realizado no
mês subsequente ao trabalho
ou em até 90 dias após o mês
subsequente.” Na prática, o funcionário que trabalhou no último mês de maio, por exemplo,
poderá receber em junho ou em
até 90 dias após junho. “Temos
esse prazo para que possamos
atender todo o processo burocrático”, justificou.
Daniel também confirmou
que atrasos ocorreram e impactaram o procedimento em
20 dias, mas que em nenhum
momento esta questão fez com
que a Prefeitura não cumprisse o
combinado. “Os pagamentos serão realizados até o dia 19, sexta-feira que vem.” Ele afirmou que
a equipe responsável pelo programa estava ciente das tratativas
financeiras: “Todos são avisados
e não somente uma vez. E todos
concordam e assinaram o edital.
Mas é importante ressaltar que
a Secretaria [de Cultura] está à
disposição e esses profissionais
devem nos procurar. Mas não
somos procurados.”
Burocracia
Para o recebimento salarial,
os arte-educadores devem
comprovar através de fotos
e relatórios as atividades que
ministraram
no
decorrer
de cada mês. O material é
encaminhado pela Secretaria de
Cultura à Secretaria da Fazenda,
que providencia os pagamentos.
Questionada sobre o extenso
procedimento, a Secretaria da
Fazenda não se pronunciou
e não disponibilizou um
responsável para conversar
com a reportagem. Em nota,
apenas confirmou os prazos já
informados pelo coordenador
geral do projeto.
14 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
esportes
Corinthians no mata-mata
A próxima rodada da Divisão Especial de São
Bernardo vai definir os quatro classificados para as
semifinais. Após vencer o Nacional no domingo (07/06),
o Corinthians é o único garantido.
Campeão da Copa do Brasil lidera o
Vila Vivaldi na várzea de S. Bernardo
Ídolo do Santo André, meio de campo Tassio concilia os jogos no futebol amador com os compromissos como treinador
Antonio Kurazumi
e Marcelo Mendez
No sábado (06/06), Tassio
Ferreira dirigiu o Santo André
no clássico contra o São Bernardo pelo Campeonato Paulista sub-17. Mal se passaram
24 horas e ele estava de volta
no terreno que mais gosta: o
campo de futebol, desta vez jogando - pelo Vila Vivaldi, um
dos aspirantes ao título da Divisão Especial de São Bernardo.
No terrão da Vila do Tanque,
ele esqueceu um pouco da derrota no dérbi de sábado com a
vitória em cima do Unidos do
Morro por 3 a 1.
O meia largou o futebol profissional aos 30 anos, precocemente. O comportamento fora das
quatro linhas, como ele próprio
admite, se tornou um problema
depois de ter marcado o gol que
eliminou o Palmeiras da Copa do
Brasil. Aquela campanha histórica
de 2004 pelo Santo André resul-
Canela de ferro
tou no título do torneio nacional.
Na temporada anterior, ele fez
parte da equipe campeã da Copa
São Paulo de Futebol Júnior.
Agora, com 33 anos e um
pouco fora de forma, Tassio
destoa na várzea, como ficou
evidente no jogo decisivo contra
o Unidos do Morro. O perdedor seria eliminado, mas o ex-profissional dominou o meio
de campo com a qualidade de
outrora. O Vila Vivaldi teve a
posse de bola a maior parte da
partida e criou seguidas chances
de gols, abrindo 3 a 0 no primeiro tempo, com gols de Rodrigo, Maurílio e Washington.
Du descontou na etapa final.
O resultado mantém o time de
Tassio com chances de classificação às semifinais.
“Tenho a várzea como uma atividade física e jogo pela amizade
também. O Rodrigo (técnico)
sempre me leva para onde ele
vai”, explicou o meia, contando
uma situação inusitada nesse due-
Edu Guimarães
Aos 33 anos, o ex-andreense Tassio segue jogando futebol e vai atrás do título da Divisão Especial de São Bernardo
lo com o Unidos do Morro. “Eu
costumo jogar só uns 30 minutos,
mas o Rodrigo falou que precisava de mim desde o início. Eu
disse: ‘aí você vai me complicar’.
Hoje estou sem meu tornozelo,
joelho”, brincou o veterano.
O próximo domingo (14/06)
é dia de clássico com o Nacional e Tassio estará lá, nem que
seja para jogar os poucos minutos habituais.
por marcelo Mendez
O blues da várzea sob o céu da Vila do Tanque
Era um dia de sol, sem o azul dos
olhos dela, sem a risada gostosa
que começa o dia, mas, ainda assim, um dia resistindo para ser encantador de alguma forma. Dias de
paz em mim.
Saí para a pauta em questão.
Da janela lateral do trólebus que
me levaria para a redação do ABCD
Maior, pensava em tudo que acontecia, em como ia minha vida, no
quanto a várzea era fundamental
para essa mudança de estação em
mim. Dá para dizer seguramente
que tudo que de muito bom houve,
de tudo de um muito que me aconteceu, a parte boa eu devo a ela. Um
universo de sonhos e poesias inesgotáveis. Sorri sozinho.
Ouvi Lô Borges, coisa que há
muito não fazia e me arrefeci de
paz de espírito. Encontrei os amigos Edu Guimarães para as fotos,
Ceir, o motorista psicodélico para
a direção, e Antonio Kurazumi,
que faria um jogo de vôlei em São
Bernardo. Deixamos os amigos no
ginásio e seguimos, eu e Ceir, o
psicodélico, para o campo do Palmeirinhas, na Vila do Tanque, na
mesma São Bernardo.
Munido de seus modernos óculos
escuros, o amigo Ceir me leva até
lá. Chegamos cedo. Muito cedo.
As coisas da várzea não seguem o
ritmo comum dos homens. A coisa
do tempo, do vento, dos horários,
na várzea acontece uma coisa que
é quase uma licenciosidade poética:
aquele belo atraso de 45 minutos,
que naquele dia estava para um
pouco a mais. Vi o campo.
Um dia, quando eu for Louis
Male na vida, eu vou conseguir
filmar o silêncio de um campo de
futebol de várzea. Enquanto o dia
não chega, sendo o Marcelo que
sou, escrevo...
Olhando para aquele terrão, para
aquele morro épico do campo da
Vila do Tanque, fechei os olhos e vi
tudo. Abri e não vi mais nada. Me
deixei seguir para algum lugar para
além da razão e ouvi coisas que jamais ouviria se tivesse meu dia preenchido por qualquer outro som que
não fosse o silêncio do campo vazio
da várzea. Ali acontece tudo.
Em suas quatro linhas se faz odes,
se resiste ao caos, se permite sonhar
por aventuras que a vida comum
proíbe a meninos de 23, 24 anos
considerados “velhos”. Naquela
cancha habita o encanto.
“Ô Marcelo, num vamô ficar aqui
parado não; Entra no carro que nós
vamô fazer uma ronda pela várzea”
Era Ceir, o psicodélico, me chamando atenção para fazer algo enquanto não começava o jogo entre
Unidos do Morro e Vila Vivaldi, marcado para lá. Aceitei a proposta do
amigo e entrei no carro. Partimos...
Por entre máquinas de frango,
carrinhos de feira, sorrisos e outros
sons de pagode, o domingo começava pelas periferias.
Tal e qual o Marcel Proust que
posso ser imaginava um tempo perdido, de uma época em que nada fiz
na vida além de sonhar.
Tempo que fui menino, coisa muito maior, muito mais divina e bela do
que o homem, o jornalista que sou
hoje, cronista apaixonado, virado e
transvirado a procura de amores, encantos, poesias e afins. Da janela do
carro, por entre os campos de terra
de São Bernardo, pensei nisso e não
pensei em nada.
Sonhei e acordei de volta no campo da Vila do Tanque, com uma bola
que descia de uma viagem pelo céu
de São Bernardo, até o pé direito de
Maurílio, atacante do time do Vila
Vivaldi. O Camisa 9, de primeira, estufou as redes e o seu time venceu o
Unidos por 3x1. Um golaço.
Na hora, olhei para o lado e no velho alambrado do estádio encontrei
um menino de rosto colado na tela
e feliz. A partir desse momento não
fechei mais olhos:
E com eles bem abertos vi tudo.
E vi tudo...
9 e 10 de junho de 2015 | ABCDMAIOR
seleção 100%
Invicto
O EC São Bernardo empatou com a Portuguesa
Santista e manteve a invencibilidade na quarta divisão
do Campeonato Paulista. O Bernô lidera o grupo 3 e
está perto da classificação à próxima fase.
A seleção masculina de vôlei se despediu de São Bernardo no
último domingo (07/06) com duas vitórias em cima da Austrália,
sem tradição na modalidade. Os jogos foram realizados no ginásio
Poliesportivo, que ficou lotado.
Em S. Bernardo,
o vôlei está nas
mãos de craque
Tabelão da várzea
São Bernardo
Divisão Especial - 2ª fase - domingo (07/06)
-
Vila Paulicéia
1x1
Orlandina
-
DER
0x0
Vila Baeta
-
Corinthians
1x0
Nacional
-
Unidos do Morro
1x3
Vila Vivaldi
no campo do Vila Paulicéia
no campo do DER
no campo do Corinthians
no campo do Palmeirinha Tanque
Primeira Divisão - 9ª rodada - domingo
-
Vila Ferreira
2x1
Taboão
-
1º de Maio
4x4
Vila Pelé
-
Cruzeiro
1x6
Olaria
-
Nova Calux
0x3
Estrela
-
Jerusalem
1x3
Palmeirinha
-
Carga Pesada
1x9
Jurubeba
-
Pai Herói
1x2
Palmeirinha
-
Madureira
1x1
Lavínia
-
Brasília
2x1
Batistini
-
Jd. do Lago
4x2
Demarchi
no campo do DER
William Carvalho, referência da geração de prata, treinará
a equipe feminina com a missão de revelar jogadoras
no campo do Corinthians
no campo do Cruzeiro
no campo do 11 Unidos
andris bovo
Guilherme Menezes
[email protected]
No elenco, jovens talentos. No
banco, um craque da história do
vôlei. Sob o comando do técnico
William Carvalho, a equipe feminina de vôlei de São Bernardo foi
apresentada nesta segunda-feira
(08/06) no ginásio Poliesportivo
com o olhar atento do secretário
de Esporte e Lazer da cidade, José
Alexandre Devesa, especialista na
modalidade.
O titular da pasta esportiva deslocou o ex-levantador da Seleção
Brasileira da gerência de vôlei
para assumir como chefe técnico.
William Carvalho é conhecido
por liderar a geração de prata na
Olimpíada de 1984, em Los Angeles, time que alavancou a febre
do vôlei no País.
Repleto de bagagem e experiência, o treinador quer passar
isso para as meninas, incluindo
a filha Teny, uma das líberos do
elenco. “O começo do trabalho
está sendo ótimo pelo pouco que
pudemos ver das atletas. A estrutura que temos é excelente e
acredito muito na superação. Temos um grupo modesto, mas no
vôlei feminino um trabalho bem
feito pode equilibrar as coisas,
não podemos nos subestimar. Eu
aposto no São Bernardo e confio
no nosso trabalho”, disse, citando a relação com a filha como
comum e normal. Pensamento
compartilhado por Teny. “Já é o
quarto ano que estamos juntos.
Hoje é mais natural, sabemos
lidar. Tenho orgulho e prazer de
trabalhar com ele”.
Apesar do jovem elenco,
William refuta a possibilidade de
pegar leve com as jogadoras e se
no campo do Lavínia
no Lavínia
no campo do Madureira
no Madureira
no campo do Brasília
no campo do Jd. do Lago
Diadema
Primeira Divisão - 5ª rodada - sábado (06/06) e domingo
-
Macaúba
2x2
Americano
-
Inamar
0x6
Jd. Ruyce
-
15 de Julho
0x1
Juventude
-
Juventus
4x2
Santa Maria
-
Morro de Samba
2x2
Confiança
sábado, no campo do Piraporinha
sábado, no Piraporinha
domingo, no Piraporinha
domingo, no Piraporinha
no Piraporinha
William Carvalho treinará a filha Teny no time de vôlei de São Bernardo
apoia na história do vôlei de São
Bernardo para confiar em bons
resultados. “Elas deixam de ser
coadjuvantes para se tornarem
protagonistas. A cobrança será
forte e pego no pé mesmo, no
bom sentido. Temos que trabalhar e querer mais que os outros.
Com a minha experiência posso
ajudar nisto. Aqui é a capital do
esporte e a cidade respira vôlei.
Vamos manter essa chama acesa,
apesar do investimento modesto.
É uma grande oportunidade para
todos”, definiu.
O grupo conta com as levantadoras Yslany (vinda da Suíça)
e Mariana Nardi (ex-Osasco); as
líberos Teny e Dalila Prado; as
ponteiras Graziele (ex-Valinhos),
Carla Fell (vinda do Sogipa) e
Paulinha (que serve a Seleção
Brasileira sub-23); as opostas
Flávia (vinda do Sogipa) e Estephanie Correia (do Sesi); e as
centrais Milka (vinda do São
Caetano e que também está
na Seleção Brasileira sub-23) e
Carla. A primeira competição
oficial serão os Jogos Regionais,
justamente em São Bernardo.
Investimento
Para fortalecer o elenco, duas
ou três atletas mais gabaritadas
devem chegar. Porém, tudo depende da entrada de recursos.
Hoje, o investimento é de R$
600 mil, o mesmo do ano passado, proveniente da soma de verbas municipal, estadual e federal. O montante é considerado
baixo para o alto rendimento,
já que outras equipes chegam
a somar cinco vezes o valor da
cidade do ABCD.
15
*Estrela Vermelha, Confiança, Santa Terezinha, Favela, Nova Conquista,
Sete de Setembro, 15 de Julho e Juventus estão classificados para a 2ª fase;
Ribeirão Pires
1ª Divisão - 5ª rodada - domingo (07/06)
-
Alvinegro
4x1
IV Divisão
-
Barro Branco
3x1
Aliados
-
Cambotas
1x1
Maristela
-
União
1x0
Vila Suely
-
Comercial
1x0
Vila Gomes
-
Alvi Verde
0x2
Guanabara
-
Luzo
0x2
Vila Suissa
-
Bolivia
3x0
Parque das Fontes
-
Beija Flor
0x0
Frente Negra
-
Santa Luzia
0x1
Vasquinho
-
Alvorada
2x3
Confiança
-
Valentina
0x1
Brisão
no campo do Vila Gomes
no campo do Vila Gomes
no campo do Vila Gomes
no campo do Vila Gomes
no campo do Ouro Fino
no campo do Ouro Fino
no campo do Ouro Fino
no campo do Ouro Fino
no campo do Santa Luzia
no campo do Santa Luzia
no campo do Santa Luzia
no campo do Santa Luzia
16 ABCDMAIOR | 9 e 10 de junho de 2015
atleta de diamante
Fabiana Murer, de São Caetano, estreou na Diamond League - um dos principais eventos do atletismo - com a medalha de ouro no salto com vara
na Inglaterra, com direto a 3ª maior marca do ano.
29 atletas e 10 treinadores
Esse é o número de convocados do BM&FBovespa/
São Caetano para a delegação do atletismo nos Jogos
Pan-Americanos de Toronto, que acontecem em julho.
O principal destaque é justamente Fabiana Murer.
Ingressos para desafio das campeãs
serão trocados por 1 kg de alimento
Times de handebol feminino de Brasil e Noruega dominam a modalidade e jogam sexta-feira e domingo no ginásio Poliesportivo
Antonio Kurazumi
[email protected]
O vôlei dá lugar ao handebol
em São Bernardo. O ginásio
Poliesportivo será palco de dois
jogos entre Brasil e Noruega,
na sexta-feira (12/06) e domingo (14/06).
Os amistosos são batizados de
desafio das campeãs por reunir as
duas potências do handebol na
atualidade. Enquanto a Noruega
conquistou a medalha de ouro
na última Olimpíada, o Brasil foi
campeão do Mundial de 2013.
Por esse motivo, desde a semana passada os munícipes correm atrás de informações sobre
os ingressos para as duas partidas. Ao contrário dos duelos do
vôlei, que custaram entre R$ 35
e R$ 70, o torcedor não gastará quase nada para ver as duas
seleções de perto. As entradas
serão trocadas por um quilo de
alimento não perecível a partir
de quinta-feira (11/06), conforme disse o secretário de Esporte
e Lazer de São Bernardo, José
Alexandre Devesa.
As duas equipes estão treinando
juntas no Rio de Janeiro e vem
para a cidade apenas na quinta,
na véspera do primeiro encontro
- que será às 17h30. Os jogos são
tratados pelo Brasil como preparatórios aos Jogos Pan-America-
nos de Toronto, no Canadá, e ao
Mundial da Dinamarca.
“Será uma fase muito forte antes de Toronto e também conta
como preparação para o Mundial. É o tipo de amistoso que eu
gosto. Vamos treinar juntos e fazer dois jogos. Isso vai ser importante para ambas os times. Todo
sabemos o poder da Noruega.
Serão duas partidas de altíssimo
nível”, prometeu o técnico da
Seleção Brasileira, o dinamarquês Morten Soubak.
A única jogadora do ABCD na
lista de convocadas de Soubak é
a ponta Célia, da Metodista/ São
Bernardo. (Com informações de
Guilherme Menezes)
Wander Roberto/Photo&Grafia
Morten Soubak, técnico da seleção, projeta dois grandes jogos no Poliesportivo
Download

Governo Alckmin abandona patrimônio cultural na