AS EMPRESAS NACIONAIS
E
O PROJETO - TAV BRASIL
VISÃO DA INICIATIVA PRIVADA
SINAENCO
SINDICATO NACIONAL
DAS EMPRESAS DE
ARQUITETURA E ENGENHARIA
CONSULTIVA
AEC
CYRO LAURENZA
AS SOLUÇÕES EM TRANSPORTE:
POLÍTICAS
PÚBLICAS
OU
POLÍTICA
ELEITORAL
CYRO LAURENZA
DIRETOR DO SINAENCO
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
QUE A SOLUÇÃO SEJA INOVADORA
INTENSIDADE
INOVAÇÃO
CONTÍNUA
MELHORIA
CONTÍNUA
TEMPO
2000
INÍCIO DO SÉCULO XXI
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
QUE A SOLUÇÃO SEJA INOVADORA
QUE SEJA ABRANGENTE NA MOBILIDADE HUMANA
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
QUE A SOLUÇÃO SEJA INOVADORA
QUE SEJA ABRANGENTE NA MOBILIDADE HUMANA
E NA LOGÍSTICA DOS TRANSPORTES
CYRO LAURENZA
QUE A CONSTRUÇÃO SEJA PRECEDIDA DO PROJETO
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
QUE A SOLUÇÃO SEJA INOVADORA
QUE SEJA ABRANGENTE NA MOBILIDADE HUMANA E NA LOGÍSTICA
DOS TRANSPORTES
QUE A CONSTRUÇÃO SEJA PRECEDIDA DO PROJETO
QUE HAJA CONTINUIDADE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS
CYRO LAURENZA
SOLUÇÕES EM TRANSPORTE EXIGEM
PLANEJAMENTO E METODOLOGIA
QUE A SOLUÇÃO SEJA INOVADORA
QUE SEJA ABRANGENTE NA MOBILIDADE HUMANA E NA LOGÍSTICA
DOS TRANSPORTES
QUE A CONSTRUÇÃO SEJA PRECEDIDA DO PROJETO
QUE HAJA CONTINUIDADE NAS POLÍTICAS PÚBLICAS
“CASO CONTRARIO”
CYRO LAURENZA
AS EMPRESAS NACIONAIS
E
O PROJETO - TAV BRASIL
VISÃO DA INICIATIVA PRIVADA
AEC
ARQUITETURA E ENGENHARIA CONSULTIVA
CYRO LAURENZA
DIRETOR DO SINAENCO
SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE
MERCADO DA ARQUITETURA
E A NECESSÁRIA
COMPLEMENTAÇÃO DA ENGENHARIA
CYRO LAURENZA
AS ESTAÇÕES FERROVIÁRIAS
CYRO LAURENZA
VALORES
ÉPOCA
ÁREAS
EUROS
EM REAIS
CONST.
FERROVIÁRIA
TOTAL
em milhões
MONTPARNASSE
88/90
55.000
ATOCHA
85-92
WATERLOO
98-93
TERMINI
LOCAL
188,31
470,78
118,00
295,00
60.000
215,83
539,58
98-00
225.000
82,63
206,58
KASSEL (GE)
87/91
38.000
SIVIGLIA
88/91
92.470
54,09
135,23
LILLE
90/94
22.000
152,00
380,00
KYOTO
93/97
82.351
KOWLOON
94/97
220.000
415,00
1.037,50
LISBOA
96/99
175.000
184,55
461,38
SPAUDAU (GE)
85/99
20.607
66,48
166,20
7.083
5,16
12,90
257,50
643,75
LAMBRATE (IT)
MONACO (TUNEL)
LYON
12.000
79,71
199,28
ROYSY/CH. DEG.
19.700
198,18
495,45
LEHRTER BAHNHOF
45.000
1.200,00
3.000,00
VALORES
ÉPOCA
ÁREAS
EUROS
EM REAIS
CONST.
FERROVIÁRIA
TOTAL
em milhões
MONTPARNASSE
88/90
55.000
ATOCHA
85-92
WATERLOO
98-93
TERMINI
LOCAL
188,31
470,78
118,00
295,00
60.000
215,83
539,58
98-00
225.000
82,63
206,58
KASSEL (GE)
87/91
38.000
SIVIGLIA
88/91
92.470
54,09
135,23
LILLE
90/94
22.000
152,00
380,00
KYOTO
93/97
82.351
KOWLOON
94/97
220.000
415,00
1.037,50
LISBOA
96/99
175.000
184,55
461,38
SPAUDAU (GE)
85/99
20.607
66,48
166,20
7.083
5,16
12,90
257,50
643,75
LAMBRATE (IT)
MONACO (TUNEL)
LYON
12.000
79,71
199,28
ROYSY/CH. DEG.
19.700
198,18
495,45
LEHRTER BAHNHOF
45.000
1.200,00
3.000,00
CONSIDERANDO
• 12 LOCAIS DE ESTAÇÕES SUGERIDOS.
• SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO REQUEREM DUAS.
NOSSA HIPÓTESE
• ABANDONAR AEROPORTOS COM O TAV;
CRIAR TRENS ESPECIALIZADOS P/ AEROPORTOS;
CYRO LAURENZA
CONSIDERANDO
• 12 LOCAIS DE ESTAÇÕES SUGERIDOS.
• SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO REQUEREM DUAS.
NOSSA HIPÓTESE
• ABANDONAR AEROPORTOS COM O TAV;
CRIAR TRENS ESPECIALIZADOS P/ AEROPORTOS;
CYRO LAURENZA
CONSIDERANDO
• 12 LOCAIS DE ESTAÇÕES SUGERIDOS.
• SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO REQUEREM DUAS.
NOSSA HIPÓTESE
• ABANDONAR AEROPORTOS COM O TAV;
CRIAR TRENS ESPECIALIZADOS P/ AEROPORTOS;
DUAS ESTAÇÕES PARA AS CIDADES CAPITAL (SP;RJ);
• 11 ESTAÇÕES
• EQUIVALENTE A R$6.319,94 M = R$6,3 Bi
CYRO LAURENZA
MERCADO DA ENGENHARIA
E A NECESSÁRIA
COMPLEMENTAÇÃO DA ARQUITETURA
NOSSO SETOR
CONCEPÇÃO, PLANEJAMENTO, ESTUDOS INICIAIS
ESTUDOS DE IMPACTO AMBIENTAL
PROJETOS BÁSICOS
PROJETOS EXECUTIVOS
NORMAS E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
SUPERVISÃO TÉCNICA DA CONSTRUÇÃO
GERENCIAMENTO
COMISSIONAMENTO
SUPERVISÃO DA CONCESSÃO
CYRO LAURENZA
NOSSO MERCADO
O VALOR DO EDITAL
APROXIMADAMENTE R$ 33,5 Bi
ESTUDO RECENTE DE UMA CONSULTORA BRASILEIRA
R$ 41,5 Bi
(SEM AS ESTAÇÕES)
QUE SOMANDO R$6,3 Bi DAS ESTAÇÕES
A ESTE VALOR
RESULTA R$ 47,8 Bi .......... 43% > DO VALOR GOV.
CYRO LAURENZA
NOSSO SETOR
A PARTICIPAÇÃO DA INICIATIVA PRIVADA
NESTE NÍVEL DE PROJETO
EM GERAL, SERÃO ASSIM DISTRIBUIDAS
MATERIAL RODANTE...........................+/- = 8%
ELETRO-ELETRÔNICA ...................+/- = 12%
CONSTRUÇÃO + DESAPR...........+/- = 72%
AEC.........................................+/-= 8%
CYRO LAURENZA
NOSSO SETOR
O SETOR DA AEC
NO MERCADO NACIONAL REPRESENTOU
NOSSA PARTICIPAÇÃO NO
TAV REPRESENTA
+/-= 8%
INCREMENTO NO MERCADO DA AEC
REPRESENTARÁ ACRESCIMO DE 6% ANUAL
CYRO LAURENZA
MUITO OBRIGADO
Download

do arquivo